Valdir Atahualpa Ramirez Espinosa

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Espinosa
Espinosa

Valdir Atahualpa Ramirez Espinosa
Calçada da Fama.png Calçada da Fama

Informações pessoais
Nome completo Valdir Atahualpa Ramirez Espinosa
Data de nasc. 17 de outubro de 1947
Local de nasc. Porto Alegre-RS, BRA
Nacionalidade Brasil
Falecido em 27 de fevereiro de 2020 (72 anos)
Local do falec. Rio de Janeiro-RJ, BRA
Informações profissionais
Função Lateral-direito
Registro CBF 052521
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
214 1 0
  • A estatística pode estar incompleta.
Números no Grêmio como Treinador
Jogos V E D Aprov
221 113 67 41 61.2%
  • A estatística pode estar incompleta.
Categorias de base
Anos Clubes
Brasil Grêmio
Clubes profissionais
Anos Clubes
1967-1973 Brasil Grêmio
1973 Brasil Vitória
1976 Brasil CRB
1978 Brasil Esportivo
Equipes que treinou
Anos Clubes
1979 Brasil Esportivo
1980 Brasil Ceará
1981 Brasil Londrina
1983 Brasil Grêmio
1984-1985 Arábia Saudita Al-Hilal
1986 Brasil Grêmio
1987-1988 Paraguai Cerro Porteño
1989 Brasil Botafogo
1989-1990 Brasil Flamengo
1990-1991 Brasil Botafogo
1992-1994 Paraguai Cerro Porteño
1994 Brasil Atlético Mineiro
1995 Brasil Palmeiras
1996 Brasil Portuguesa
1996 Brasil Corinthians
1997 Brasil Fluminense
1997 Japão Tokyo Verdy
1998 Brasil Coritiba
1998-1999 Brasil Botafogo
2000-2001 Brasil Fluminense
2001 Brasil Vitória
2002 Brasil Athletico Paranaense
2004 Brasil Fluminense
2005 Brasil Brasiliense
2005 Brasil Ceará
2005 Brasil Fortaleza
2006 Brasil Flamengo
2006 Brasil Santa Cruz
2007 Paraguai Cerro Porteño
2007 Brasil Vasco
2008 Brasil Portuguesa
2011 Brasil Duque de Caxias
2016 Brasil Metropolitano
2016 Estados Unidos da América Las Vegas City

Valdir Atahualpa Ramirez Espinosa, também conhecido como Espinosa (Porto Alegre-RS, BRA, 17 de outubro de 1947 - Rio de Janeiro-RJ, BRA, 27 de fevereiro de 2020).

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
102
62
30
10
137
47
90
70.6%
Visitante
112
56
36
20
164
86
78
60.7%
Total
214
118
66
30
301
133
168
65.4%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Banco de dadosEstatística como treinador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
91
53
20
18
173
75
98
65.6%
Visitante
130
60
47
23
194
104
90
58.2%
Total
221
113
67
41
367
179
188
61.2%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Icone Livro.png História

Entre as maiores conquistas de Valdir Espinosa estão a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes com a equipe do Grêmio (ambos em 1983), além do Campeonato Carioca de 1989 pelo Botafogo.

Trabalhou como auxiliar de Renato Portaluppi no Vasco da Gama, quando este assumiu o comando da equipe em 2005. Permaneceu no clube até o treinador principal ser demitido, em maio de 2007.

No mesmo ano regressou ao Vasco da Gama, que, após um bom começo no Campeonato Brasileiro, passava por um período de poucas vitórias. Agora como treinador principal, Espinosa encontrou pela frente o desafio de recuperar a equipe, afastando de vez as possibilidades de ser rebaixada e conseguir uma vaga na Copa Sul-Americana do ano seguinte. Nas seis partidas que esteve no comando da equipe, venceu três, empatou duas e perdeu uma. O desempenho foi suficiente para garantir a vaga para a Sul-Americana, terminando a competição em 10º. Após o fim do campeonato o treinador decidiu não renovar o contrato e pôs fim nas especulações de que poderia continuar para 2008.[1]

Em 2009, Espinosa foi auxiliar técnico de Renato Portaluppi no Fluminense. No dia 12 de fevereiro de 2010, Espinosa anunciou sua aposentadoria como treinador e também no ramo do futebol, mas desistiu, retornando como novo comandante do Duque de Caxias[2]. mas devido a péssima campanha na série B, foi demitido em julho do mesmo ano [3].

Fora das quatro linhas, Espinosa trabalhou como comentarista nos canais Sportv e PFC, entre 2008 e 2009. Em 2010 foi comentarista na Rádio Manchete e foi candidato a deputado estadual no Rio de Janeiro. Em 2012, voltou a ser comentarista, dessa vez na Rádio Globo[4].

Foi coordenador técnico do Grêmio desde a volta de Renato Portaluppi como técnico da equipe até sua demissão, em 10 de agosto de 2017.

Títulos

Esportivo
  • Rio Grande do Sul Campeonato do Interior: 1979
Ceara
  • Ceará Campeonato Cearense: 1980
Londrina
  • Paraná Campeonato Paranaense: 1981
  • Paraná Campeonato do Interior Paranaense: 1981
Grêmio
AL-Hilal
  • Arábia Saudita Campeonato Saudita: 1985
Cerro Porteño
Paraguai: Campeonato Paraguaio: 1987, 1992 e 1994
Botafogo
Rio de Janeiro Taça Rio: 1989
Rio de Janeiro Campeonato Carioca: 1989
Flamengo
  • Rio de Janeiro Torneio de Verão de Nova Friburgo: 1990
Portuguesa
  • São Paulo Torneio Início do Campeonato Paulista: 1996
Tokyo Verdy
  • Japão Copa do Imperador: 1997
Atletico-PR
  • Paraná Campeonato Paranaense: 2002
Brasiliense
  • Distrito Federal Campeonato Brasiliense: 2005


Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Veterano 0 x 5 Grêmio - 14/01/1968
Último Jogo
São Luiz 1 x 2 Grêmio - 01/05/1973


Banco de dadosPartidas como treinador do Grêmio

Estreia
Seleção Uruguaia 1 x 1 Grêmio - 28/05/1980
Último Jogo
Grêmio 0 x 1 América-MG - 20/02/1992


Referências