Loivo Ivan Johann

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Loivo
Loivo


Informações pessoais
Nome completo Loivo Ivan Johann
Data de nasc. 24 de janeiro de 1945 (75 anos)
Local de nasc. Brochier-RS, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Função Ponta-esquerda
Registro CBF 035846
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
427 79 0.19
  • A estatística pode estar incompleta.
Categorias de base
Anos Clubes
1963-1965 Brasil Novo Hamburgo
Clubes profissionais
Anos Clubes
1965-1967 Brasil Novo Hamburgo
1967-1975 Brasil Grêmio
1976 Brasil Inter de Lages
1977 Brasil Atlético Carazinho
1978-1979 Brasil Novo Hamburgo

Loivo Ivan Johann, também conhecido como Loivo (Brochier-RS, BRA, 24 de janeiro de 1945).

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
197
126
46
25
309
105
204
71.7%
Visitante
230
107
76
47
315
173
142
57.5%
Total
427
233
122
72
624
278
346
64.1%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Início da carreira

Começou sua carreira nos juvenis do Floriano (atual Novo Hamburgo), em 1963. No ano de 1965, estava entre os profissionais.

Grêmio

Em 1967, transferiu-se para o Grêmio.[1] No ano seguinte, conquistou a Copa Río de La Plata, que tinha a participação dos campeões nacionais da Argentina e do Uruguai. O título veio com uma vitória por 2 x 1 contra o Nacional do Uruguai.[2]

Foi campeão da Taça do Atlântico, torneio disputado no ano de 1971 pelos três maiores clubes tricolores da América do Sul na época: River Plate, Grêmio e Nacional. O Grêmio iniciou a disputa vencendo a equipe do Nacional por 2 x 1 no dia 8 de maio. O Nacional perdeu para o River Plate, que foi a final contra a equipe gaúcha. No jogo final, em 16 de maio, o Grêmio venceu por 2 x 0, com gols de Loivo e Scotta e sagrou-se campeão.

Jogou cinco campeonatos brasileiros (1971 a 1975), todos pelo Grêmio, com um total de 117 jogos e 14 gols. Foram 54 vitórias e 35 empates.[3]

Fim da carreira

Em 1978, retornou para Novo Hamburgo depois de passar pelo Inter de Lages, de Santa Catarina, e pelo Atlético de Carazinho. Encerrou sua carreira pelo Novo Hamburgo em 1979.

Títulos e feitos

Grêmio

Fora dos gramados

Desde que se aposentou dos gramados, trabalha na empresa de alimentos da família, Johann Alimentos.[1] Quando seu irmão estava na presidência do Novo Hamburgo, foi vice de futebol.[1] Em 2010, foi tema de um documentário feito por alunos de jornalismo do IPA.[5]

Ainda costuma jogar na ponta-esquerda do Sandalhão, time amador que existe há vários anos. Um dos gols mais bonitos da sua carreira foi pelo Grêmio contra o Flamengo, no Estádio Maracanã, em 1973.

Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Guarani de Lages 0 x 2 Grêmio - 26/02/1967
Último Jogo
Toledo FC 1 x 3 Grêmio - 14/12/1975


Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 Luiz Carlos Reche www.correiodopovo.com.br Correio do Povo. Visitado em 2017-02-11.
  2. Campeão da Copa Río de La Plata 1968 Portal Oficial do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense Portal Oficial do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Visitado em 2017-02-11.
  3. Jogos de futebol - loivo futpedia.globo.com Futpédia. Visitado em 2017-02-11.
  4. Fichas Técnicas do Torneio Cidade de Salvador – 1972 » História do Futebol cacellain.com.br.
  5. Flecha e Loivo são destaque em documentário Portal Oficial do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Visitado em 2017-02-11.