Cícero Santos

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Cícero
Cícero
Divulgação Temporada 2017/Grêmio FBPA
Informações pessoais
Nome completo Cícero Santos
Data de nasc. 26 de agosto de 1984 (36 anos)
Local de nasc. Castelo-ES, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Função Meio-campo
Registro CBF 155840
Altura 1,83m
Canhoto
Funções
Jogador
Jogador
Treinador
Treinador
Árbitro
Árbitro
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
51 7 0.14
  • A estatística pode estar incompleta.
Categorias de base
Anos Clubes
2000-2004 Brasil Tombense
2001-2004 Brasil Bahia (emp.)
Clubes profissionais
Anos Clubes
2003-2014 Brasil Tombense
2003-2005 Brasil Bahia (emp.)
2006 Brasil Figueirense (emp.)
2007-2008 Brasil Fluminense (emp.)
2008-2010 Alemanha Hertha Berlin (emp.)
2010-2011 Alemanha Wolfsburg (emp.)
2011-2012 Brasil São Paulo (emp.)
2013-2014 Brasil Santos (emp.)
2014-2016 Brasil Fluminense
2015 Qatar Al-Gharafa (emp.)
2017 Brasil São Paulo
2017-2018 Brasil Grêmio
2019-2020 Brasil Botafogo
Seleção nacional
Anos Seleção Jogos (gols)
2011-2011 Brasil Brasil    00      (00)

Cícero Santos, também conhecido como Cícero (Castelo-ES, BRA, 26 de agosto de 1984).

Icone Livro.png História

Iniciou sua carreira como volante. Se transferiu das divisões de base do Tombense para a do Bahia. Jogou a Série B de 2004, quando o Bahia por muito pouco não subiu, no entanto nunca engrenou nem teve o total apoio da torcida tricolor.

Figueirense

Alternando altos e baixos com a camisa do clube baiano, transferiu-se, em 2006, para o Figueirense, por empréstimo. O sucesso do trio ofensivo formado com Soares e Schwenck no time catarinense o levou a ser contratado pelo Fluminense.

Fluminense

Em 2007, foi titular na campanha da Copa do Brasil e na campanha no Campeonato Brasileiro. Em 2008 suas atuações ajudaram a equipe a chegar à final da Copa Libertadores da América, assim despertando o interesse do Hertha Berlin.

Hertha Berlin

Foi contratado por € 800 mil pelo Hertha por duas temporadas.

VfL Wolfsburg

No dia 14 de julho de 2010, foi emprestado pelo Hertha Berlin ao VfL Wolfsburg por uma temporada, com opção de compra ao final do contrato, que terminaria em junho de 2011.

São Paulo

No VfL Wolfsburg, Cícero não foi muito aproveitado pelo técnico Felix Magath e o clube não renovou seu contrato. No dia 2 de julho de 2011 foi anunciado como novo reforço do São Paulo. Fez sua primeira partida no dia 17 de julho, contra o Internacional, entrando no lugar de Rivaldo.

Santos

Em janeiro de 2013, Cícero apresentou-se ao Santos. Pouco aproveitado pelo São Paulo, o atleta firmou um contrato de 2 anos com o clube santista.

Fluminense

Em 28 de maio de 2014 a diretoria do Santos anunciou em nota oficial que aceitou a proposta do Fluminense, com o jogador retornando ao clube carioca após 6 anos.

Al-Gharafa

No dia 31 de janeiro de 2015, Cícero foi emprestado por um ano e meio ao Al-Gharafa, do Catar.

Retorno ao Fluminense

Em julho de 2015 rescindiu seu contrato com o Al-Gharafa e retornou ao Fluminense.

Retorno ao São Paulo

No dia 29 de dezembro de 2016, acertou seu retorno ao São Paulo, assinando contrato por duas temporadas. Em 9 de agosto de 2017, o meio-campo foi afastado pelo treinador são-paulino, Dorival Júnior, em uma decisão conjunta com a diretoria. Por já ter mais de sete partidas pela equipe no Campeonato Brasileiro (o jogador atuou em 10 jogos), não pode disputar esta competição por outro clube. Em 28 de setembro, rescindiu oficialmente seu contrato com o São Paulo.

Grêmio

No dia 28 de setembro de 2017, Cícero acertou com o Grêmio, por 3 meses, para jogar apenas a Copa Libertadores. O jogador não pode atuar no Campeonato Brasileiro por já ter disputado mais de 7 jogos pelo São Paulo. Em 22 de novembro, na partida de ida da final da Copa Libertadores da América de 2017, marcou o gol da vitória gremista por 1x0 sobre o Lanús, na Arena do Grêmio. Após a conquista da Copa Libertadores, por um problema burocrático na FIFA, Cícero não pode ser inscrito para a disputa do Copa do Mundo de Clubes. [1]

Botafogo

Após 15 meses atuando pelo Grêmio, Cícero voltou ao Rio de Janeiro, para atuar desta vez no Botafogo na temporada 2019.

Seleção Brasileira

Em 2011, Cícero foi convocado para a Seleção Brasileira pelo então treinador Mano Menezes, para atuar pelo Superclássico das Américas daquele ano. Na época atleta são-paulino, o jogador não entrou em campo.

Entrevistas

Títulos

Grêmio


Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
25
16
6
3
43
14
29
72%
Visitante
26
10
8
8
25
19
6
48.7%
Total
51
26
14
11
68
33
35
60.1%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Barcelona de Guayaquil 0 x 3 Grêmio - 25/10/2017
Último Jogo
Grêmio 1 x 0 Corinthians - 02/12/2018


Banco de dados.png

Referências