Campeonato Brasileiro de Futebol de 2018

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Esboço.png
Esse artigo é um esboço, sendo que futuramente será complementado e organizado. Você pode ajudar a completar o conteúdo dessa página fornecendo dados sobre o tema por meio de nosso contato ou como editor da Grêmiopédia.


Campeonato Brasileiro de 2018 - Série A
Brasileirão Série A 2018
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 15 de abril9 de dezembro
◄◄ 2017 Soccerball.png 2019 ►►

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 2018, é a 62ª edição do Campeonato Brasileiro de Futebol. A disputa tem o mesmo regulamento dos anos anteriores, quando foi implementado o sistema de pontos corridos.

Regulamento

A Série A é disputada por 20 clubes em dois turnos. Em cada turno, todos os times jogam entre si uma única vez. Os jogos do segundo turno foram realizados na mesma ordem do primeiro, apenas com o mando de campo invertido. Não há campeões por turnos, sendo declarado campeão brasileiro o time que obtiver o maior número de pontos após as 38 rodadas.[1]

Os seis primeiros colocados garantem vaga na Copa Libertadores da América de 2019 via Campeonato Brasileiro. Os seis clubes seguintes na classificação geral, geralmente os clubes ocupantes do 7º ao 12º lugar na classificação da Série A, têm o direito de disputar a Copa Sul-Americana de 2019. A existência de um clube campeão da Copa do Brasil e da Copa Libertadores da América entre os clubes ocupantes das zonas de classificação abre aos clubes subsequentes a vaga restante, seguindo a ordem de classificação do campeonato, uma vez que tais competições garantem vaga específica para a Copa Libertadores da América de 2019. Os quatro últimos são rebaixados para a Série B do ano seguinte.

Participantes

Estado Equipe Ano anterior Participações Títulos
Bahia Bahia
(2 vagas)
Bahia 12ª colocação
Série A
46ª 2 (1959 e 1988)
Vitória 16ª colocação
Série A
39ª 0 (não possui)
Ceará Ceará
(1 vaga)
Ceará 3ª colocação
Série B
22ª 0 (não possui)
Minas Gerais Minas Gerais
(3 vagas)
América-MG 1ª colocação
Série B
16ª 0 (não possui)
Atlético Mineiro 9ª colocação
Série A
55ª 1 (1971)
Cruzeiro 5ª colocação
Série A
58ª 4 (1966, 2003, 2013 e 2014)
Paraná Paraná
(2 vagas)
Athletico Paranaense 11ª colocação
Série A
42ª 1 (2001)
Paraná 4ª colocação
Série B
16ª 0 (não possui)
Pernambuco Pernambuco
(1 vaga)
Sport 15ª colocação
Série A
40ª 1 (1987)
Rio de Janeiro Rio de Janeiro
(4 vagas)
Botafogo 10ª colocação
Série A
54ª 2 (1968 e 1995)
Flamengo 6ª colocação
Série A
53ª 5 (1980, 1982, 1983, 1992 e 2009)
Fluminense 14ª colocação
Série A
52ª 4 (1970, 1984, 2010 e 2012)
Vasco 7ª colocação
Série A
51ª 4 (1974, 1989, 1997 e 2000)
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul
(2 vagas)
Grêmio 4ª colocação
Série A
59ª 2 (1981 e 1996)
Internacional 2ª colocação
Série B
52ª 3 (1975, 1976 e 1979)
Santa Catarina Santa Catarina
(1 vaga)
Chapecoense 8ª colocação
Série A
0 (não possui)
São Paulo São Paulo
(4 vagas)
Corinthians 1ª colocação
Série A
50ª 7 (1990, 1998, 1999, 2005, 2011, 2015 e 2017)
Palmeiras 2ª colocação
Série A
55ª 9 (1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994 e 2016)
Santos 3ª colocação
Série A
58ª 8 (1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002 e 2004)
São Paulo 13ª colocação
Série A
51ª 6 (1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008)

Estádios

América-MG Atlético Mineiro Athletico Paranaense Bahia Botafogo Ceará
Independência Independência Arena da Baixada Arena Fonte Nova Engenhão Castelão
Capacidade: 23 018,00 Capacidade: 23 018,00 Capacidade: 42 370,00 Capacidade: 50 025,00 Capacidade: 45 000,00 Capacidade: 63 903,00
Estádio Raimundo Sampaio.jpg Estádio Raimundo Sampaio.jpg Estádio Joaquim Américo Guimarães.jpg Complexo Esportivo Cultural Octávio Mangabeira.jpg Estádio Olímpico Nilton Santos.jpg Estádio Governador Plácido Castelo.jpeg
Chapecoense
Localização das equipes participantes da Série A de 2018.
Corinthians
Arena Condá Arena Corinthians
Capacidade: 15 765,00 Capacidade: 47 605,00
Arena Condá.jpg Arena Corinthians.jpeg
Cruzeiro Flamengo
Mineirão Maracanã
Capacidade: 61 846,00 Capacidade: 78 838,00
Estádio Governador Magalhães Pinto.jpg Estádio Jornalista Mário Filho.jpg
Fluminense Grêmio
Maracanã Arena do Grêmio
Capacidade: 78 838,00 Capacidade: 55 662,00
Estádio Jornalista Mário Filho.jpg Arena do Grêmio.jpg
Internacional Palmeiras
Beira-Rio Allianz Parque
Capacidade: 50 128,00 Capacidade: 43 713,00
Estádio José Pinheiro Borda.jpg Arena Allianz Parque.jpg
Paraná Santos São Paulo Sport Vasco Vitória
Durival Britto Vila Belmiro Morumbi Ilha do Retiro São Januário Barradão
Capacidade: 20 083,00 Capacidade: 16 068,00 Capacidade: 72 039,00 Capacidade: 32 983,00 Capacidade: 24 584,00 Capacidade: 34 535,00
Estádio Durival Britto e Silva.jpg Estádio Urbano Caldeira.jpg Estádio Cícero Pompeu de Toledo.jpg Estádio Adelmar da Costa Carvalho.jpg Estádio Vasco da Gama.jpg Estádio Manoel Barradas.jpg

Outros estádios

Além dos estádios de mando usual, outros estádios foram utilizados devido a punições de perda de mando de campo imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva ou por conta de problemas de interdição dos estádios usuais ou simplesmente por opção dos clubes em mandar seus jogos em outros locais, geralmente buscando uma renda maior.

Classificação

v  e

Pos. Equipes P J V E D GP GC SG % M Classificação ou rebaixamento
1 São Paulo Palmeiras 80 38 23 11 4 64 26 +38 70 Estável Fase de grupos da Copa Libertadores de 2019
2 Rio de Janeiro Flamengo 72 38 21 9 8 59 29 +30 63 Estável
3 Rio Grande do Sul Internacional 69 38 19 12 7 51 29 +22 60 Estável
4 Rio Grande do Sul Grêmio 66 38 18 12 8 48 27 +21 58 Estável
5 São Paulo São Paulo 63 38 16 15 7 46 34 +12 55 Estável Segunda fase da Copa Libertadores de 2019
6 Minas Gerais Atlético Mineiro 59 38 17 8 13 56 43 +13 52 Estável
7 Paraná Athletico Paranaense 57 38 16 9 13 54 37 +17 50 Estável Fase de grupos da Copa Libertadores de 2019[nota 1]
8 Minas Gerais Cruzeiro 53 38 14 11 13 34 34 0 46 Estável
9 Rio de Janeiro Botafogo 51 38 13 12 13 38 46 –8 45 Estável Copa Sul-Americana de 2019
10 São Paulo Santos 50 38 13 11 14 46 40 +6 44 Estável
11 Bahia Bahia 48 38 12 12 14 39 41 –2 42 Estável
12 Rio de Janeiro Fluminense 45 38 12 9 17 32 46 –14 39 Aumento2
13 São Paulo Corinthians 44 38 11 11 16 34 35 –1 39 Baixa1
14 Santa Catarina Chapecoense 44 38 11 11 16 34 50 –16 39 Aumento2
15 Ceará Ceará 44 38 10 14 14 32 38 –6 39 Baixa2
16 Rio de Janeiro Vasco 43 38 10 13 15 41 48 –7 38 Baixa1
17 Minas Gerais América-MG 40 38 10 10 18 30 47 –17 35 Estável Rebaixados à Série B de 2019
18 Pernambuco Sport[nota 2] 39 38 11 9 18 35 57 –22 37 Estável
19 Bahia Vitória 37 38 9 10 19 36 63 –27 32 Estável
20 Paraná Paraná 23 38 4 11 23 18 57 –39 20 Estável

Desempenho por rodada

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
ATP COR

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
CHA PAR

Premiação

Campeonato Brasileiro 2018
Série A
Não definido
Escudo Padrão.png
Campeão
(?º título)

Ver também

Referências

  1. Regulamento específico da competição – Campeonato Brasileiro da Série A 2018 (PDF) CBF (13 de março de 2018). Visitado em 23 de setembro de 2018.
  2. Sport é punido pelo STJD com perda de três pontos na Série A de 2018 GloboEsporte.com (24 de abril de 2019). Visitado em 25 de abril de 2019.

Notas

  1. Cruzeiro e Atlético Paranaense têm vaga garantida na Copa Libertadores de 2019 por serem campeões, respectivamente, da Copa do Brasil de 2018 e da Copa Sul-Americana de 2018.
  2. O Sport foi penalizado com a perda de três pontos por atraso de pagamentos de salários do meia Gabriel.[2]

Ligações externas