David Braz de Oliveira Filho

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

David Braz
David Braz
Divulgação Temporada 2020/Grêmio FBPA
Informações pessoais
Nome completo David Braz de Oliveira Filho
Data de nasc. 21 de maio de 1987 (33 anos)
Local de nasc. Guarulhos-SP, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Clube atual Grêmio
Função Zagueiro
Registro CBF 168008
Altura 1,87
Ambidestro
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
43 4 0.09
  • A estatística pode estar incompleta.
Categorias de base
Anos Clubes
2002-2007 Brasil Palmeiras
Clubes profissionais
Anos Clubes
2007-2008 Brasil Palmeiras
2008-2010 Grécia Panathinaikos
2009-2010 Brasil Flamengo (emp.)
2010-2012 Brasil Flamengo
2012-2019 Brasil Santos
2013 Brasil Vitória (emp.)
2018-2019 Turquia Sivasspor (emp.)
2019-atual Brasil Grêmio
Seleção nacional de base
Anos Seleção Jogos (gols)
2005- Brasil Brasil (Sub-18)    00      (00)
2005-2007 Brasil Brasil (Sub-20)    13      (01)

David Braz de Oliveira Filho, também conhecido como David Braz (Guarulhos-SP, BRA, 21 de maio de 1987).

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
19
11
5
3
33
13
20
66.7%
Visitante
24
11
7
6
33
19
14
55.6%
Total
43
22
12
9
66
32
34
60.5%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.


Icone Livro.png História

Palmeiras

Destro, David Braz estava no Palmeiras desde 2002, quando começou a jogar pela categoria infantil. Com a chegada de Vanderlei Luxemburgo no começo de 2008, ganhou oportunidade no time titular, mas uma contusão o fez parar o resto da temporada. Prometendo muito, David foi seguidamente convocado para as Categorias de Base Brasileiras, já passando pela Sub-18.

Panathinaikos

Tido como uma revelação pelo clube, transferiu-se para o Panathinaikos da Grécia, obtendo sua rescisão na Justiça.

Flamengo

Em julho de 2009, o zagueiro acertou sua transferência por empréstimo para o Clube de Regatas do Flamengo, pelo período de um ano.

Em 2009 fez um dos gols do Flamengo na vitória de 2x1 sobre o Grêmio, que deu o título ao Flamengo.

Em julho de 2010, o Flamengo adquiriu 60% do passe do jogador, assim, garantindo a permanência dele no time.

Mesmo não se destacando anos atrás, em 2011 David Braz virou titular ao lado de Welinton.

Santos

Em maio de 2012, o jogador foi envolvido em uma troca com o Santos juntamente com Galhardo, pelo meio campista Ibson.

Na temporada 2013, após o então treinador da equipe Muricy Ramalho afirmar que o jogador não seria aproveitado, o Santos o liberou para que fosse negociado com outras equipes. [1]

Vitória

Em janeiro de 2013, foi confirmado o seu acerto com o Vitória por empréstimo de um ano, já que não vinha sendo utilizado pelo Santos. David Braz foi apresentado pelo clube baiano no dia 8 de janeiro.[2] No clube baiano, foi titular durante toda a Copa do Nordeste, primeiro torneio disputado na temporada, mas não agradou e logo perdeu a vaga para Victor Ramos. Nas partidas seguintes, não foi sequer relacionado para o banco de reservas. Ficou afastado do grupo pelo então treinador Caio Júnior durante meses, e com a chegada de Ney Franco voltou a treinar com o grupo, mas continuou sem chances de atuar, chegando a disputar partidas com o time da base na Taça Governador do Estado.

Retorno ao Santos

No início de 2014, retornou ao Santos, que detém seus direitos até dezembro de 2015. Porém, o clube deu a entender que o jogador estaria fora dos planos para a temporada.[3] Logo após das lesões de Edu Dracena e Gustavo Henrique, o clube voltou atrás da decisão e reintegrou David Braz na equipe. Braz acabou virando titular na reta final do Campeonato Paulista.

Em 2015 conquistou o Campeonato Paulista, mantendo sua regularidade e boas atuações e inclusive estando na seleção do campeonato.[4][5] Na decisão marcou o primeiro gol do peixe no tempo normal e converteu a primeira cobrança da equipe na decisão por pênaltis.[4]

Em maio de 2016, renovou o contrato com o Santos por quatro temporadas, estendendo o vínculo com a equipe até maio de 2020.[6]

Títulos

Palmeiras
  • São Paulo Campeonato Paulista: 2008
Flamengo
Santos
Vitória
  • Bahia Campeonato Baiano: 2013
Prêmios individuais
  • São Paulo Seleção do Campeonato Paulista - Série A1: 2015.[5]


Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Grêmio 2 x 1 Vasco - 13/07/2019
Último Jogo
Universidad Católica 2 x 0 Grêmio - 16/09/2020


Banco de dados.png

Referências