Juarez Teixeira

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Juarez
Juarez
Informações pessoais
Nome completo Juarez Teixeira
Apelido Leão do Olímpico, Tanque
Data de nasc. 20 de setembro de 1928 (91 anos)
Local de nasc. Blumenau-SC, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Função Centroavante
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
305 206 0.68
  • A estatística pode estar incompleta.
Clubes profissionais
Anos Clubes
1948 Brasil Blumenau
1949-1950 Brasil Olímpico
1950-1953 Brasil Jabaquara
1953 Brasil Ferroviário
1954 Brasil Caxias
1955-1961 Brasil Grêmio
1961 Argentina Newell's Old Boys
1961-1963 Brasil Grêmio
1963 Brasil Bagé

Juarez Teixeira, também conhecido como Juarez (Blumenau-SC, BRA, 20 de setembro de 1928).

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
131
94
25
12
344
120
224
78.1%
Visitante
174
123
26
25
468
187
281
75.7%
Total
305
217
51
37
812
307
505
76.7%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Juarez Teixeira é um ex-futebolista brasileiro. Atuava como centroavante e defendeu, entre outros, clubes o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense e a Seleção Brasileira de Futebol.

História

Era considerado um jogador de grande força física e técnica e iniciou sua carreira pelo Blumenau Esporte Clube,[1] logo após uma passagem pelo time do quartel, onde aprendeu a gostar de futebol.[2] Logo chamou a atenção de outro clube da mesma cidade, o Grêmio Esportivo Olímpico, onde jogou em 1949, conquistando o primeiro Campeonato Catarinense da história do clube. Depois partiu para a cidade de Santos, para defender o Jabaquara Atlético Clube. Após três temporadas, foi contratado pelo Ferroviário de Curitiba, onde foi o artilheiro e campeão do estadual no ano do centenário do Paraná. Em 1954 voltou para Santa Catarina, onde venceu o campeonato estadual pelo Caxias Futebol Clube, derrotando o Ferroviário de Tubarão por 7 a 0 na final.

Em 1955, despertou o interesse do então técnico do Grêmio de Porto Alegrense, Foguinho, sendo contratado pelo clube. No tricolor, conquistou seus maiores títulos, sendo um dos maiores goleadores da história do clube e um dos grandes ídolos dos anos de 1950 e 1960[3] (esta entre os 10 maiores artilheiros do tricolor gaúcho com 202 gols[4]).

Em 1956, foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira, onde disputou o Campeonato Pan-americano, jogando contra a Seleção Chilena de Futebol, Seleção Mexicana de Futebol] e Seleção Peruana de Futebol.[5]

Em 1961, foi vendido para o Club Atlético Newell's Old Boys, da Argentina, onde ficou até 1965, e após o término do contrato, voltou para o Rio Grande do Sul] onde defendeu seu último clube, o Grêmio Esportivo Bagé, se aposentando no mesmo ano.

Títulos

Seleção Brasileira
  • Campeonato Pan-americano: 1956
Olímpico
  • Campeonato Catarinense: 1949
Ferroviário
  • Campeonato Paranaense: 1953
Caxias
  • Campeonato Catarinense: 1954
Grêmio

Banco de dadosPrimeiro e último jogo pelo Grêmio

Estreia
Grêmio 7 x 0 Seleção de Paysandú-URU - 31/03/1955
Último Jogo
Internacional 0 x 2 Grêmio - 16/12/1962

Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio


Referências

  1. Notícias Uol Esportes
  2. Notícias ClicRBS
  3. Idolo Site Oficial do Grêmio - acessado em fevereiro de 2015
  4. Grêmio 110 anos: clube nasce de gol 'anônimo' e vira fábrica de artilheiros Portal Globo Esporte
  5. Súmulas Tchê Blogue do Worpress - acessado em fevereiro de 2015