Vladem Lázaro Ruiz Quevedo

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Delém
Delém

Vladem Lázaro Ruiz Quevedo

Informações pessoais
Nome completo Vladem Lázaro Ruiz Quevedo
Data de nasc. 15 de abril de 1935
Local de nasc. São Paulo-SP, BRA
Nacionalidade Brasil Argentina
Falecido em 28 de março de 2007 (71 anos)
Local do falec. Buenos Aires, ARG
Informações profissionais
Função Atacante
Registro CBF 014610
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
100 52 0.52
  • A estatística pode estar incompleta.
Categorias de base
Anos Clubes
1950-1954 Brasil Grêmio
Clubes profissionais
Anos Clubes
1953-1958 Brasil Grêmio
1958-1961 Brasil Vasco
1961-1967 Argentina River Plate
1968 Chile Colo-Colo
1969 Chile Universidad Católica
1970 Brasil America

Vladem Lázaro Ruiz Quevedo, também conhecido como Delém (São Paulo-SP, BRA, 15 de abril de 1935 - Buenos Aires ARG, 28 de março de 2007).

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
48
29
12
7
138
67
71
68.8%
Visitante
52
28
12
12
133
68
65
61.5%
Total
100
57
24
19
271
135
136
65%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

História

Apesar de ter nascido em São Paulo, Delém mudou-se para Porto Alegre com menos de um ano. Com sua família, residia no bairro Teresópolis, onde começou a jogar bola em um pequeno clube varzeano chamado Esporte Clube Arsenal. Jogou no Grêmio desde a categoria infantil. Em 1953, às vésperas de uma excursão para o México, foi profissionalizado.[1] Começou a ganhar destaque no tricolor a partir da temporada de 1954. No Grêmio, foi bicampeão gaúcho, em 1956 e 1957. Em 1958, Delém foi transferido para o Vasco. Lá, foi campeão do estadual e do Torneio Rio-São Paulo e chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira. Pela Seleção, marcou cinco gols.

Em 1961 foi para o River Plate, clube ao qual permaneceria ligado pelo resto de sua vida. Como jogador, ficou tristemente marcado por perder um pênalti numa decisão contra o Boca Juniors, em 1962, que poderia ter encerrado um longo jejum de títulos do clube. Apesar do episódio marcante e da falta de conquistas significativas, Delém não deixou de ser ídolo no clube portenho, onde jogou até 1967. Ainda jogaria no Colo-Colo, na Universidad Católica e no America-RJ, no final de sua carreira.

Delém voltou para Buenos Aires em 1970, para ser auxiliar técnico de Didi no River Plate. Em 1973, assumiu a vaga de técnico, ficando no clube até 1973. Treinou, ainda, Vélez Sarsfield, Huracán, Argentinos Juniors, San Lorenzo e Gimnasia de Jujuy, seu último clube nesta função, em 1981. No período em que esteve no Argentinos Juniors treinou um jovem Maradona. Passou alguns anos na Arábia Saudita, novamente ao lado de Didi. Em 1990, retornou ao River Plate como diretor geral das categorias de base. Na nova função, foi muito bem sucedido, tornando-se um reconhecido descobridor de talentos. Faleceu em 2007, em Buenos Aires, vítima de um infarto.[2]


Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Caxias 1 x 1 Grêmio - 22/11/1953
Último Jogo
Bagé 3 x 1 Grêmio - 26/01/1958


Referências

  1. Revista do Grêmio. Porto Alegre, n. 9, p. 13, 1957
  2. https://terceirotempo.uol.com.br/que-fim-levou/delem-356