Higino Ribeiro Neto

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Higino
Higino

Higino Ribeiro Neto

Informações pessoais
Nome completo Higino Ribeiro Neto
Data de nasc. 17 de maio de 1937 (83 anos)
Local de nasc. Porto Alegre-RS, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Função Atacante
Registro CBF 018510
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
13 3 0.23
  • A estatística pode estar incompleta.
Clubes profissionais
Anos Clubes
1957-1958 Brasil Renner
1959 Brasil Grêmio
1960-1962 Brasil Corinthians
1962 Brasil Flamengo (emp.)

Higino Ribeiro Neto, também conhecido como Higino (Porto Alegre-RS, BRA, 17 de maio de 1937).

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
8
6
0
2
23
6
17
75%
Visitante
5
2
1
2
8
8
0
46.7%
Total
13
8
1
4
31
14
17
64.1%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Icone Livro.png História

Higino iniciou sua carreira de jogador no Renner, onde atuou no infantil, juvenil, aspirante e profissional. Jogando como centroavante do Renner foi artilheiro do Campeonato Citadino de Porto Alegre de 1958.

Com a extinção do futebol profissional do Renner no início de 1959, Higino se transferiu para o Grêmio, onde permaneceu até o final da temporada.

Em 1960 se transferiu para o Corinthians de São Paulo, pelo qual disputou o Campeonato Paulista de 1960 e o Torneio Rio-São Paulo de 1961, alternando como titular e reserva da equipe. Durante os dois anos que defendeu o Corinthians Higino teve oito treinadores, entre os quais Pirilo, Martim Francisco e o argentino Jim Lopes. Disputou 43 jogos, marcando 16 gols. Por sentir a indefinição do Corinthians, Higino aceitou se transferir por empréstimo de um ano (até o final de 1962) ao Flamengo do Rio de Janeiro.

No Flamengo treinou durante aproximadamente dois meses até partir com o time para uma excursão pela Europa e Africa, que durou três meses.

Higino estudava economia, e antes de concluir o curso, pediu a rescisão de contrato para poder se dedicar mais aos estudos. Neste momento, ele já tinha transferido o curso em três universidades: começou o curso na PUC de Porto Alegre, depois foi para a Faculdade São Luís, dos padres jesuítas de São Paulo, e, por último, se transferiu para uma faculdade do Rio de Janeiro. Formado, foi trabalhar em sua área acadêmica e nunca mais voltou a jogar futebol profissionalmente.


Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Grêmio 0 x 2 Seleção Argentina - 12/04/1959
Último Jogo
Grêmio 0 x 1 Caxias - 29/10/1959


Referências