Alfredo Sampaio Filho

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Alfredinho
Alfredinho

Alfredo Sampaio Filho

Informações pessoais
Nome completo Alfredo Sampaio Filho
Data de nasc. 07 de fevereiro de 1927
Local de nasc. Baturite-CE, BRA
Nacionalidade Brasil
Falecido em 04 de abril de 2017 (90 anos)
Local do falec. Ribeirão Preto-SP, BRA
Informações profissionais
Função Ponta-direita
Registro CBF 000357
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
12 3 0.25
  • A estatística pode estar incompleta.
Clubes profissionais
Anos Clubes
1948-1949 Brasil Ceará
1951 Brasil Madureira
1952-1955 Brasil Linense
1955-1959 Brasil Santos
1957 Brasil Portuguesa Santista
1958-1959 Brasil Grêmio (emp.)
1959 Brasil XV de Piracicaba
1959 Brasil São Paulo
1960-1961 Brasil Comercial
?? Brasil Guarani
?? Brasil Remo
?? Brasil Sampaio Corrêa

Alfredo Sampaio Filho, também conhecido como Alfredinho (Baturite-CE, BRA, 07 de fevereiro de 1927 - Ribeirão Preto-SP, BRA, 04 de abril de 2017).

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
7
3
4
0
14
4
10
61.9%
Visitante
5
5
0
0
16
3
13
100%
Total
12
8
4
0
30
7
23
77.8%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Icone Livro.png História

Na Vila, foi bicampeão paulista (55/56) no time ainda sem Pelé, mas que tinha Zito, Formiga, Vasconcelos, Manga, os irmãos Álvaro e Ramiro.

No ano seguinte, conquistou outro título estadual, só que pelo Grêmio. Voltou ao Peixe, já com Edson Arantes do Nascimento. "Ele (Pelé) é que jogou comigo, pois eu já era bicampeão", costumava dizer Alfredinho.

Ele começou a jogar no próprio Ceará Sporting Club. Teve passagens também pelo Sampaio Correia, Madureira, Palmeiras, onde sequer fez uma partida, Linense e XV de Piracicaba. Pendurou as chuteiras no Comercial, de Ribeirão Preto, no início dos anos 60.

Depois, foi auxiliar-técnico de Lula no Santos. Ali, conquistou em 63 o título mais importante, o bicampeonato mundial contra o Milan, no Maracanã.

A partir daí, trilhou uma longa carreira de treinador, que lhe rendeu uma vivência de 50 anos no futebol - 18 como jogador e 32 como técnico.

Na função de comandante, Alfredinho tornou-se personagem folclórico no interior paulista, sendo apelidado até de "Bruxo". Isso porque, segundo ele, fez a proeza de evitar 18 rebaixamentos em campeonatos estaduais. Dizia que tinha livrado do descenso, quatro vezes cada, Comercial, Botafogo e Marília.

Títulos

Santos
  • São Paulo Campeonato Paulista: 1955 e 1956
Grêmio


Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Grêmio 1 x 1 Renner - 06/07/1958
Último Jogo
Grêmio 2 x 2 Internacional - 05/02/1959


Referências