Copa Fraternidade de 1968

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

I Copa Fraternidade
Copa Fraternidade de 1968
Bandeira Pampas.png
Dados
Participantes 4
Organização CBD, AFA, AUF e FGF
Local de disputa Brasil Brasil

Uruguai Uruguai

Período 2 de junho – 16 de julho
Gol(o)s 13
Partidas 6
Média 2,17 gol(o)s por partida
Campeão Rio Grande do Sul Grêmio (1º título)
Vice-campeão Rio Grande do Sul Internacional
Melhor marcador Alcindo (Grêmio) 2 gols
Volmir (Grêmio) 2 gols
Maior goleada
(diferença)
Rio Grande do Sul Grêmio 4 x 0 Rio Grande do Sul Internacional
Estádio Olímpico, Porto Alegre
2 de junho
Média pessoas por partida

A Copa Fraternidade (Copa Confraternidad em espanhol), também conhecida como Copa Rio de La Plata, foi uma competição de futebol amistosa disputada no ano de 1968. Organizada pela Confederação Brasileira de Desportos, pela Asociación del Futbol Argentino, pela Asociacion Uruguaya de Futbol e pela Federação Gaúcha de Futebol, tinha como objetivo a disputa de um título internacional entre clubes gaúchos, uruguaios e argentinos.

Informações gerais

Fórmula de disputa

O torneio foi organizado no formato de pontos corridos, onde haveria jogo único entre os participantes em local pré-definido pela organização do torneio. Os jogos seriam realizados no Rio Grande do Sul, Argentina e Uruguai, nos estádios dos respectivos clubes participantes, sob supervisão e apoio das federações locais.

A competição

Troféu da competição segundo o memorial, possivelmente tenha sido oferecido mais de um troféu
Foto da comemoração do título

Em 1968 as federações do Brasil, Argentina, Uruguai e Rio Grande do Sul idealizaram uma competição entre clubes sul-americanos aos moldes da Copa Aldão, tradicional torneio da América do Sul entre clubes uruguaios e argentinos. A competição que ficou conhecida como Copa Fraternidade, ou Copa Rio de La Plata, reuniria duas equipes de cada país. A forma de classificação foi definida com os campeões e vices de cada uma das federações, menos o Brasil, que seria representado pelos campeões e vice do Campeonato Gaúcho de Futebol.

Em função das datas do evento, as equipes do Club Atlético Independiente, campeão argentino, e Club Estudiantes de La Plata, vice-campeão, acabaram desistindo da disputa. Assim, o torneio passou a contar apenas com Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, campeão do Campeonato Gaúcho de Futebol de 1967, Sport Club Internacional, vice-campeão gaúcho de 1967, além do Club Atlético Peñarol, campeão uruguaio de 1967, e Club Nacional de Football, vice-campeão uruguaio de 1967.

Na primeira partida o Grêmio venceu a equipe do Internacional pelo placar de 4x0, dois gols de Alcindo, um de Joãozinho e outro de Volmir, em 2 de junho. Ainda pela primeira rodada, o clássico entre Nacional e Peñarol acabou empatado em 1x1.

Em 9 de junho foi realizada a segunda rodada da competição, com o enfrentamento entre Grêmio e Peñarol, realizado no Estádio Centenário, em Montevidéu, vitória gremista pelo placar de 1x0, gol de Volmir. No enfrentamento entre Internacional e Nacional, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, um empate em 1x1 foi o resumo do encontro.

Na última rodada da competição, Grêmio e Nacional se enfrentariam no Estádio Olímpico Monumental, enquanto o Internacional encerraria sua participação diante do Peñarol, em Porto Alegre, ambas as partidas no dia 16 de junho. O colorado venceu seu jogo diante da equipe uruguaia por 1x0, enquanto o Grêmio restou campeão da competição após uma vitória por 2x1, gols de Altemir e Beto para o Tricolor Gaúcho, e Techera para o Tricolor Uruguaio.

Classificação

Pos. Clube Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Grêmio 6 3 3 0 0 7 1 +6
2 Brasil Internacional 3 3 1 1 1 2 5 -3
3 Uruguai Nacional 2 3 0 2 1 3 4 -1
4 Uruguai Peñarol 1 3 0 1 2 1 3 -2

* Até 1995 as vitórias valiam apenas 2 pontos segundo a FIFA

Jogos

Primeira Rodada
Copa Fraternidade Grêmio Brasil 4 – 0 Brasil Internacional Estádio Olímpico
2 de junho

Alcindo Gol marcado Gol marcado
Joãozinho Gol marcado
Volmir Gol marcado
Relatório Árbitro: BrasilBRA João Carlos Ferrari


Copa Fraternidade Peñarol Uruguai 1 – 1 Uruguai Nacional Estádio Centenário
11 de junho

Gol marcado Gol marcado Telmo Blanco Árbitro: UruguaiURU Esteban Marino

Segunda Rodada
Copa Fraternidade Nacional Uruguai 1 – 1 Brasil Internacional Estádio Centenário
8 de junho

Emilio Perez Gol marcado Valdomiro Gol marcado Árbitro: BrasilBRA Agomar Martins


Copa Fraternidade Peñarol Uruguai 0 – 1 Brasil Grêmio Estádio Centenário
9 de junho

Relatório Volmir Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Público: 10 000,00
Árbitro: BrasilBRA José Luis Barreto

Terceira Rodada
Copa Fraternidade Internacional Brasil 1 – 0 Uruguai Peñarol Estádio Olímpico
16 de junho

Claudiomiro Gol marcado


Copa Fraternidade Grêmio Brasil 2 – 1 Uruguai Nacional Estádio Olímpico
16 de junho

Altemir Gol marcado
Beto Gol marcado
Relatório Techera Gol marcado Árbitro: UruguaiURU Alberto Boullosa

Premiação

Copa Fraternidade de 1968
Bandeira do Brasil.png Grêmio Campeão da Copa Fraternidade de 1968
Escudo Grêmio.png
Campeão
(1º título)

Artilheiros do Grêmio na competição

2 Gols
1 Gol

Agradecimentos

  • Agradecemos aos amigos do Nacional Historia pelo auxílio nas informações da partida entre Peñarol e Nacional, que permitiram recuperar fato relevante sobre a história do torneio.

Ver também

Referências