Crizam César de Oliveira Filho

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Zinho
Zinho

Crizam César de Oliveira Filho
Calçada da Fama.png Calçada da Fama

Informações pessoais
Nome completo Crizam César de Oliveira Filho
Data de nasc. 17 de junho de 1967 (53 anos)
Local de nasc. Nova Iguaçu-RJ, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Função Meio-campo
Registro CBF 095955
Canhoto
Funções
Jogador
Jogador
Treinador
Treinador
Árbitro
Árbitro
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
158 44 0.28
  • A estatística pode estar incompleta.
Categorias de base
Anos Clubes
Brasil Flamengo
Clubes profissionais
Anos Clubes
1986-1992 Brasil Flamengo
1992-1994 Brasil Palmeiras
1995-1997 Japão Yokohama Flügels
1997-1999 Brasil Palmeiras
2000-2002 Brasil Grêmio
2003 Brasil Palmeiras
2003 Brasil Cruzeiro
2004-2005 Brasil Flamengo
2005 Brasil Nova Iguaçu
2006-2007 Estados Unidos da América Miami FC
Seleção nacional
Anos Seleção Jogos (gols)
1989-1998 Brasil Brasil    57      (6)

Crizam César de Oliveira Filho, também conhecido como Zinho (Nova Iguaçu-RJ, BRA, 17 de junho de 1967).

Icone Livro.png História

Foi meia armador do Flamengo, Grêmio, Cruzeiro e Palmeiras ganhando inúmeros títulos. Foi tetracampeão mundial com a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1994.

Grêmio

Zinho teve uma expressiva passagem pelo Grêmio, conquistando o Campeonato Gaúcho e a Copa do Brasil de 2001.

Está eternizado na Calçada da Fama do tricolor gaúcho.

Seleção Brasileira

A relação de Zinho com a Seleção Brasileira se deu de uma maneira curiosa. Em 1970, quando o menino Crizam tinha apenas 3 anos, ele se perdeu da família durante a comemoração do tri. Ali a mãe do atleta, Moyseslita, rezou e disse que, se o encontrasse, o menino atuaria pelo Brasil.[1]

A primeira convocação de Zinho para a Seleção foi em 1989, quando ele tinha 21 anos.

Zinho foi Campeão do Mundo em 94, jogando com a camisa 9 e sendo o responsável por fazer o jogo girar. Toda bola de ligação ao ataque passava por ele. Não fez gols no Mundial, mas foi importantíssimo para a conquista.[2] Contudo, obrigado a ajudar na marcação, Zinho viu-se preso ao meio-campo e, sem poder avançar ao ataque, seu futebol não esteve à altura de suas atuações pelo Palmeiras. Logo vieram as críticas, e a imprensa esportiva da época foi, extremamente, dura com o jogador, que passou a ser ironizado com o apelido de Zinho enceradeira.

Pela Seleção Brasileira, Zinho marcou seis gols em 57 jogos, segundo o livro "Seleção Brasileira 90 Anos", de Antônio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

Títulos

Flamengo
Palmeiras
Grêmio
Cruzeiro
Nova Iguaçu
  • Campeonato Carioca Serie B: 2005
Seleção Brasileira
  • Copa do Mundo: 1994
  • Copa Umbro: 1995

Prêmios

  • Bola de Prata da Revista Placar: 1988, 1992, 1994, 1997;

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
79
52
17
10
150
69
81
73%
Visitante
79
26
23
30
117
119
-2
42.6%
Total
158
78
40
40
267
188
79
57.8%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Atlético Mineiro 0 x 0 Grêmio - 22/01/2000
Último Jogo
Grêmio 1 x 0 Olimpia - 17/07/2002


Banco de dados.png

Referências

  1. brasil.gov.br/esporte/ Ex-jogador da Seleção, Zinho relembra sua história
  2. papodehomem.com.br/ A Seleção Brasileira de 1994 era tão boa quanto o Barcelona de Messi