Roger Galera Flores

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Roger
Roger

Roger Galera Flores


Informações pessoais
Nome completo Roger Galera Flores
Data de nasc. 17 de agosto de 1978 (42 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro-RJ, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Função Meio-campo
Altura 1,72m
Peso 71kg
Canhoto
Funções
Jogador
Jogador
Treinador
Treinador
Árbitro
Árbitro
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
22 10 0.45
  • A estatística pode estar incompleta.
Categorias de base
Anos Clubes
1989-1993 Brasil Flamengo
1994-1996 Brasil Fluminense
Clubes profissionais
Anos Clubes
1996-2000 Brasil Fluminense
2000-2005 Portugal Benfica
2001-2002 Brasil Fluminense (emp.)
2004 Brasil Fluminense (emp.)
2005-2008 Brasil Corinthians
2007 Brasil Flamengo (emp.)
2008 Brasil Grêmio (emp.)
2008-2010 Qatar Qatar SC
2009 Qatar Al-Sailiya
2010-2012 Brasil Cruzeiro
Seleção nacional
Anos Seleção Jogos (gols)
2000-2004 Brasil Brasil       

Roger Galera Flores, também conhecido como Roger (Rio de Janeiro-RJ, BRA, 17 de agosto de 1978).

Icone Livro.png História

Roger iniciou sua carreira profissional no Fluminense em 1996, quando tinha somente 17 anos de idade. Dois anos mais tarde, foi destaque na conquista da Copa Rio, tendo feito 2 gols na decisão. Em 1999, se destacou na equipe tricolor que conquistou o título do Campeonato Brasileiro da Série C. Marcou, inclusive, os gols do título, na vitória sobre o Náutico, por 2x1. Na época, o craque tricolor chegou a receber de Carlos Alberto Parreira, consagrado técnico da Seleção Brasileira de 1994, o apelido de Maradoninha.

Em 2000, Roger continuou se destacando pelo Fluminense, virando ídolo da torcida tricolor. Ainda foi convocado para a Seleção Brasileira para os Jogos Olímpicos de 2000. No mesmo ano, foi comprado pelo Benfica, de Portugal - sendo a maior transação para os 2 clubes, até então - onde jogou por 2 anos e meio, no total. A grave lesão no púbis, a cirurgia e o longo período de recuperação o afastaram dos gramados por alguns meses.

Em 2005, Roger acertou sua ida para o Corinthians, na formação do "Grande Time"[1] para a temporada. Em seu primeiro ano, juntou-se a Carlitos Tévez, Carlos Alberto e Nilmar, conquistando o Campeonato Brasileiro e sendo eleito o melhor meia desse campeonato. No final da temporada, Roger quebrou a perna na partida contra o Vasco (Pacaembu), desfalcando a equipe nas últimas rodadas. Sua recuperação durou, aproximadamente, 6 meses.

Em meados de 2007, Roger acabou acertando sua transferência para o Flamengo[2]. O jogador, que já havia atuado pelo clube nas divisões de base, assinou um contrato com o clube rubro-negro até o dia 31 de dezembro de 2007, quando o Flamengo então poderia contratá-lo definitivamente se pagasse a quantia de US$ 500 mil (cerca de R$ 950 mil)[3].

Entretanto, terminado o prazo de seu empréstimo, o Flamengo, alegando o alto salário do jogador (R$ 43 mil por partida[4]), decidiu dispensá-lo do clube. Com a saída do clube carioca, Roger foi para o Grêmio, por empréstimo, inicialmente até o final de 2008.[5]

No Grêmio, foi o destaque da equipe no Campeonato Gaúcho e eleito o melhor meia da competição. Ídolo da torcida e após cinco meses no clube gaúcho, recebeu uma proposta milionária do Qatar Sports Club. Em 13 de julho de 2008, Roger foi apresentado no Qatar S.C., onde jogou por 2 anos.

No dia 4 de fevereiro de 2010, Roger foi apresentado como reforço do Cruzeiro para a disputa da Copa Libertadores da América e do Brasileirão.[6] Sua estreia pelo time mineiro foi no dia 20 de fevereiro, na vitória por 3 a 1 contra o Atlético Mineiro pelo Campeonato Mineiro, onde deixou a sua marca e caiu nas graças da torcida. O meia cobrou o escanteio para Leonardo Silva marcar o segundo gol do time e em seguida ele próprio marcou o terceiro, com um chute de fora da área.[7][8]. Em 2011, foi Campeão Mineiro e eleito o "Craque da Galera" (melhor jogador da competição). No Campeonato Brasileiro, teve participação fundamental no placar histórico de 6x1 em cima do Atlético Mineiro - com 1 gol e 3 assistências - na luta contra o rebaixamento. Em 2012, acertou sua rescisão de contrato com a equipe celeste depois de 2 anos e meio no clube.[9]

Títulos

Fluminense
  • Brasil Campeonato Brasileiro (Série C): 1999
  • Rio de Janeiro Campeonato Carioca: 2002
  • Rio de Janeiro Copa Rio: 1998
Benfica
  • Portugal Taça de Portugal: 2003-2004
Corinthians
Qatar S.C.
  • Qatar Copa do Príncipe Herdeiro: 2009
Cruzeiro
  • Minas Gerais Campeonato Mineiro: 2011

Prêmios individuais

  • Bola de Prata (Placar): 2001
  • Melhor Meia-esquerda do Campeonato Brasileiro de 2005 (Prêmio Craque do Brasileirão)
  • Meia da Seleção do Campeonato Gaúcho de 2008
  • Ídolo da Galera (Troféu Globo Minas 2011)

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
13
9
3
1
28
7
21
76.9%
Visitante
9
7
0
2
14
7
7
77.8%
Total
22
16
3
3
42
14
28
77.3%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Grêmio 2 x 0 Novo Hamburgo - 09/02/2008
Último Jogo
Grêmio 1 x 1 Internacional - 29/06/2008


Banco de dados.png

Referências