Copa Libertadores da América de 1982

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Copa Libertadores da América de 1982
XXIII Copa Libertadores
Logo da CONMEBOL, organizadora do torneio.
Dados
Participantes 21
Organização CONMEBOL
Local de disputa Bandeiras da América do Sul.gif América do Sul
Período 7 de março30 de novembro
Gol(o)s 163
Partidas 74
Média 2,20 gol(o)s por partida
Campeão Uruguai Peñarol (4º título)
Vice-campeão Chile Cobreloa
Melhor marcador Fernando Morena (Uruguai Peñarol) – 7 gols
Melhor ataque Paraguai Olimpia – 12 gols
Melhor defesa Argentina River Plate – 1 gol
Maior goleada
(diferença)
Olimpia Paraguai 4 – 0 Perú Melgar
Estádio Manuel Ferreira, Assunção
25 de abril, Grupo 5
Média pessoas por partida
Soccerball.png 1983 ►►

A edição de 1982 da Copa Libertadores da América foi a 23ª disputada ao longo da história. O Club Atlético Peñarol, do Uruguai foi o grande campeão após passar pelo Cobreloa, do Chile, na final.

Equipes participantes

País Equipe Classificação Fase
Argentina Argentina


(2 vagas)

Boca Juniors Campeão do Campeonato Nacional de 1981 Primeira fase
River Plate Campeão do Campeonato de Primeira Divisão 1981
Bolívia Bolívia


(2 vagas)

Jorge Wilstermann Campeão do Campeonato de Primeira Divisão 1981
The Strongest Vice-campeão do Campeonato de Primeira Divisão 1981
Brasil Brasil


(2 vagas + campeão da Libertadores)

Flamengo Campeão da Libertadores da América de 1981 Semifinal
Grêmio Campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol de 1981 Primeira fase
São Paulo Vice-campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol de 1981
Chile Chile


(2 vagas)

Cobreloa Ganhador da Liguilla Pre-Libertadores 1981
Colo-Colo Campeão do Campeonato de Primeira Divisão 1981
Colômbia Colômbia


(2 vagas)

Atlético Nacional Campeão do Campeonato Colombiano 1981
Deportes Tolima Vice-campeão do Campeonato Colombiano 1981
Equador Equador


(2 vagas)

Barcelona Campeão do Campeonato Equatoriano de Futebol 1981
LDU Vice-campeão do Campeonato Equatoriano de Futebol 1981
Paraguai Paraguai


(2 vagas)

Olimpia Campeão do Campeonato Paraguayo de Fútbol 1981
Sol de América Vice-campeão do Campeonato Paraguaio de Futebol 1981
Perú Peru


(2 vagas)

Municipal Vice-campeão do Campeonato Descentralizado 1981
Melgar Campeão do Campeonato Descentralizado 1981
Uruguai Uruguai


(2 vagas)

Defensor Sporting 1º lugar da Liguilla Pre-Libertadores de América de 1981
Peñarol 2º lugar da Liguilla Pre-Libertadores de América de 1981
Venezuela Venezuela


(2 vagas)

Deportivo Táchira Campeão da Primera División Venezolana 1981
Estudiantes de Mérida Vice-campeão da Primeira Divisão Venezuelana 1981

Estádios

Atlético Nacional Barcelona-EQU Boca Juniors Cobreloa Colo-Colo Defensor Sporting
Atanasio Girardot El Modelo La Bombonera Nacional Nacional Centenário
Capacidade: 45 087,00 Capacidade: 42 000,00 Capacidade: 49 000,00 Capacidade: 55 100,00 Capacidade: 55 100,00 Capacidade: 65 235,00
Estádio Atanasio Girardot.jpg Estádio Modelo Alberto Spencer.jpg La Bombonera.jpg Estádio Nacional de Chile.jpg Estádio Nacional de Chile.jpg Estadio centenario uru.jpg
Deportes Tolima
Deportivo Táchira
Manuel Toro Pueblo Nuevo
Capacidade: 28 200,00 Capacidade: 42 500,00
Estádio Manuel Murillo Toro.jpg Estádio Polideportivo de Pueblo Nuevo.jpg
Estudiantes de Mérida Flamengo
Pueblo Nuevo Maracanã
Capacidade: 42 500,00 Capacidade: 78 838,00
Estádio Polideportivo de Pueblo Nuevo.jpg Estádio Maracanã.jpg
Grêmio The Strongest
Olímpico Hernando Siles
Capacidade: 51 081,00 Capacidade: 78 838,00
Estádio Olímpico.jpg Estádio Hernando Siles.jpg
Jorge Wilstermann LDU
Félix Capriles Atahualpa
Capacidade: 32 000,00 Capacidade: 38 500,00
Estádio Félix Capriles.jpg Defensores-del-chaco-diez.jpg
Melgar Municipal Olimpia Peñarol River Plate São Paulo
Mariano Melgar Nacional Defensores del Chaco Centenário El Monumental Morumbi
Capacidade: 20 000,00 Capacidade: 50 000,00 Capacidade: 42 354,00 Capacidade: 65 235,00 Capacidade: 61 688,00 Capacidade: 72 039,00
Estadio Mariano Melgar.jpg Estádio Nacional do Peru.jpg Defensores-del-chaco-diez.jpg Estadio centenario uru.jpg Monumentalnunez.jpg Estádio Morumbi.jpg

Primeira fase

Na primeira fase, vinte clubes foram divididos em cinco grupos, com o primeiro colocado se classificando para as semifinais. O Flamengo, do Brasil, campeão da Copa Libertadores da América de 1981, avançou direto para as semifinais.

Classificados para a fase final
Eliminados da competição

No Grupo 1, o River Plate se classificou sem grandes dificuldades. A grande surpresa foi o desempenho do Boca Juniors, que não resistiu à altitude de La Paz e perdeu as duas partidas contra os bolivianos do The Strongest e Jorge Wilsterman, terminando em último lugar.

No Grupo 2, o Peñarol terminou em primeiro, ganhando todas as partidas em casa. Foi a primeira participação do Grêmio no torneio.

No Grupo 3, Deportes Tolima e Atletico Nacional disputaram ponto a ponto até a última rodada, tendo o Tolima se classificado com apenas um ponto de diferença.

No Grupo 4, o Cobreloa - vice campeão da Libertadores de 1981 - se classificou ao derrotar o Colo-Colo, em Calama, por 2x0.

No Grupo 5, o Olimpia se classificou com facilidade, em um grupo que, além do Sol de America (também do Paraguai), contava com os peruanos do Melgar e do Municipal.

Grupo 1

# Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Argentina River Plate 11 6 5 1 0 8 1 7
2 Bolívia The Strongest 5 6 2 1 3 5 8 -3
3 Bolívia Jorge Wilstermann 4 6 1 2 3 5 7 -2
4 Argentina Boca Juniors 4 6 1 2 3 3 5 -2
  BOC JOR RIV STR
Boca Juniors 2-2 0–0 1–0
Jorge Wilstermann 1–0 0-1 1-2
River Plate 1–0 1-0 4–1
The Strongest 1-0 1-1 0-1

Grupo 2

# Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Uruguai Peñarol 9 6 4 1 1 7 3 4
2 Brasil São Paulo 6 6 2 2 2 7 6 1
3 Brasil Grêmio 5 6 1 3 2 6 6 0
4 Uruguai Defensor Sporting 4 6 1 2 3 4 9 -5
  DEF GRE PEN SPA
Defensor Sporting 0-0 0–0 1–3
Grêmio 1–2 3-1 0-0
Peñarol 3–0 1-0 1-0
São Paulo 2-1 2-2 0-1

Grupo 3

# Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Colômbia Deportes Tolima 9 6 3 3 0 9 3 6
2 Colômbia Atlético Nacional 8 6 3 2 1 6 4 2
3 Venezuela Estudiantes de Mérida 4 6 1 2 3 3 7 -4
4 Venezuela Deportivo Táchira 3 6 0 3 3 2 6 -4
  ANA DTA DTO EME
Atlético Nacional 1-0 0–3 2-0
Deportivo Táchira 0-0 0-2 0-0
Deportes Tolima 0–0 2-2 1-0
Estudiantes de Mérida 1-3 1-0 1-1

Grupo 4

# Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Chile Cobreloa 9 6 3 3 0 9 2 7
2 Chile Colo-Colo 8 6 3 2 1 8 5 3
3 Equador LDU 4 6 1 2 3 8 12 -4
4 Equador Barcelona 3 6 1 1 4 8 14 -6
  BAR COB COL LDU
Barcelona 1-1 1-3 4-1
Cobreloa 3-0 2-0 3-1
Colo-Colo 2–0 0-0 1-0
LDU 4-2 0-0 2-2

Grupo 5

# Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Paraguai Olímpia 10 6 4 2 0 12 3 9
2 Perú Melgar 8 6 4 0 2 9 10 -1
3 Paraguai Sol de América 6 6 2 2 2 9 8 1
4 Perú Municipal 0 6 0 0 6 3 12 -9
  MEL MUN OLI SAM
Melgar 2-1 0–3 3-2
Municipal 0–2 1-2 0-3
Olímpia 4–0 1-0 1-1
Sol de América 0-2 2-1 1-1

Semifinais

No Grupo A, apesar dos fortes adversários, o Peñarol venceu todas as quatro partidas, se classificando sem contestação. Já no Grupo B, o Cobreloa conquistou o direito de ir à final do torneio ao vencer o Olímpia, em Santiago, por 1x0.

Grupo A

# Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Uruguai Peñarol 8 4 4 0 0 8 3 5
2 Brasil Flamengo 4 4 2 0 2 7 4 3
3 Argentina River Plate 0 4 0 0 4 5 13 -8
  FLA PEN RIV
Flamengo 0-1 4-2
Peñarol 1-0 2-1
River Plate 0-3 2-4

Grupo B

# Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Chile Cobreloa 5 4 2 1 1 5 2 3
2 Paraguai Olímpia 4 4 1 2 1 4 3 1
3 Colômbia Deportes Tolima 3 4 1 1 2 2 6 -4
  COB DTO OLI
Cobreloa 3-0 1-0
Deportes Tolima 1-0 1-1
Olímpia 1-1 2-0

Final

Copa Libertadores
Final - Jogo de ida
Peñarol Uruguai 0 - 0 Chile Cobreloa Estádio Centenário, Montevidéu
26 de novembro de 1982

Público: 57 600,00
Árbitro: BrasilBRA Assis de Aragao

Copa Libertadores
Final - Jogo de volta
Cobreloa Chile 0 - 1 Uruguai Peñarol Estádio Nacional de Chile, Santiago
30 de novembro de 1982

Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Fernando Morena Público: 74 350,00
Árbitro: ArgentinaARG Jorge Romero

Premiação

Copa Libertadores da América de 1982
Uruguai
Escudo Peñarol.png
Campeão
(4º título)

Curiosidade

  • O Grêmio foi a única equipe capaz de vencer o campeão Peñarol e ainda por cima fazendo 3 gols nos uruguaios. Já era uma amostra do que viria no ano seguinte.

Ligações externas