Éverton Santos da Costa

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Éverton Costa
Éverton Costa
Divulgação Temporada 2007
Informações pessoais
Nome completo Éverton Santos da Costa
Data de nasc. 06 de janeiro de 1986 (34 anos)
Local de nasc. São Paulo-SP, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Função Atacante
Registro CBF 164709
Altura 1,80m
Peso 73kg
Destro
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
36 5 0.14
  • A estatística pode estar incompleta.
Categorias de base
Anos Clubes
2003-2005 Brasil Galo Maringá
2006 Brasil Grêmio (emp.)
Clubes profissionais
Anos Clubes
2006-2010 Brasil Galo Maringá
2007 Brasil Grêmio (emp.)
2008 Brasil Paulista (emp.)
2008-2009 Noruega Fredrikstad (emp.)
2010-2011 Brasil Caxias
2010 Brasil Internacional (emp.)
2010 Brasil Bahia (emp.)
2011-2014 Brasil Coritiba
2013 Brasil Santos (emp.)
2014 Brasil Vasco (emp.)

Éverton Santos da Costa, também conhecido como Éverton Costa (São Paulo-SP, BRA, 06 de janeiro de 1986).

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
16
10
2
4
25
12
13
66.7%
Visitante
20
6
4
10
22
31
-9
36.7%
Total
36
16
6
14
47
43
4
50%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Icone Livro.png História

Éverton Costa começou sua carreira profissional em 2006, no Galo Maringá, clube que começou a defender ainda como júnior. Ainda em 2006, foi contratado pelo Grêmio, para jogar na equipe júnior do clube. Depois de uma boa temporada, e de ter se destacado na Copa FGF (competição disputada contra equipes profissionais), inclusive marcando três gols na final contra o Canoas,[1] ele foi promovido ao grupo profissional do clube, no início de 2007.

Grêmio

Seu auge no time ocorreu em 24 de abril, na partida contra o Cerro Porteño, pela Copa Libertadores da América. Após entrar no segundo tempo de partida, Éverton Costa marcou o gol que deu a classificação à próxima fase ao Grêmio [2].

Porém, durante todo o ano, o jogador nunca foi titular do time. Éverton Costa ficou quase em todas as partidas no banco de reservas, exceto quando alguns atacantes se lesionavam. No início de 2008, se transferiu para o Paulista, em uma negociação envolvendo o goleiro Victor [3].

Fredrikstad

Em agosto de 2008, Éverton Costa saiu do Paulista e foi jogar no Fredrikstad FK, da Noruega.

Caxias

Em dezembro de 2009, o jogador foi contratado pelo Caxias, para a disputa do Campeonato Gaúcho de 2010 [4].

Internacional

Em 13 de abril de 2010, o atleta foi apresentado oficialmente pelo Internacional, emprestado pelo Caxias até o final do ano [5]. Participou do elenco que foi bicampeão da Copa Libertadores da América de 2010.

Sendo reserva no Colorado e não obtendo nenhuma atuação de destaque, Éverton Costa rescindiu seu contrato de empréstimo com o Internacional. O Caxias então cedeu o atacante ao Bahia [6]. Após disputar o Brasileiro da Série B pelo Bahia, o atleta voltou ao Caxias.

Volta ao Caxias e ida para o Coritiba

De volta ao Caxias, foi o grande destaque da equipe gaúcha no campeonato em abril de 2011, após se destacar pelo Caxias. No mesmo ano, Éverton Costa se transferiu para o Coritiba e em 2012 fez parte do elenco que foi finalista da Copa do Brasil. Na ocasião o Coritiba havia perdido o título para o Palmeiras. [7].

Santos

Sem oportunidades no time paranaense, foi emprestado. Em 21 de agosto de 2013, foi confirmado como novo jogador do Santos [8]. Teve uma passagem muito curta, pois não agradou o Santos e a sua torcida, que sempre o vaiava. Everton Costa retornou de empréstimo ao Coritiba no outro ano [9].

Vasco da Gama

Em 7 de janeiro de 2014, o empresário de Éverton Costa confirmou que o atleta seria emprestado ao Vasco da Gama. Foi autor do gol mais rápido da história do campeonato carioca, quando o cronômetro marcava apenas 7 segundos de jogo, contra o Duque de Caxias, em que seu time venceu por 4 a 0. Num jogo contra o Resende, válido pela Copa do Brasil, Éverton teve uma arritmia causado por miocardite, acontecimento que decretou o fim se sua carreira.

Em 11 de fevereiro de 2015, Jorge Machado, seu empresário, confirmou que o atleta não voltaria mais a jogar em razão do problema cardíaco.[10] Ele estava afastado do futebol desde abril de 2014 em função de uma arritmia cardíaca. Segundo Jorge Machado, ele teve doença de Chagas encoberta quando ele defendia o Santos.


Titulos

Grêmio
Internacional
Coritiba
  • Campeonato Paranaense: 2012 e 2013


Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Grêmio 1 x 0 São José - 20/01/2007
Último Jogo
São Paulo 1 x 0 Grêmio - 11/11/2007


Referências