Danton Corrêa da Silva

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Corrêa
Corrêa
Corrêa em 1914


Informações pessoais
Nome completo Danton Corrêa da Silva
Data de nasc.
Local de nasc. Desconhecido, BRA
Nacionalidade Brasil
Falecido em 15 de março de 1965
Local do falec. Canela-RS, BRA
Informações profissionais
Função Zagueiro
Funções
Jogador
Jogador
Treinador
Treinador
Árbitro
Árbitro
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
14 1 0.07
  • A estatística pode estar incompleta.
Clubes profissionais
Anos Clubes
1912-1914 Brasil Grêmio

Danton Corrêa da Silva, também conhecido como Corrêa (Cidade de nascimento desconhecida, BRA - Canela-RS, BRA, 15 de março de 1965).

História

Danton Corrêa era filho de Maria Luiza Guilhermina Burmeister e João Corrêa Ferreira da Silva, fundador da localidade de Canela, Rio Grande do Sul. Seus irmãos eram João Manoel, Aparício, Carlos, Agnelo, Victor, Josefina e Luizinha.[1]

Se associou ao Grêmio em 1912, onde iniciou no segundo quadro do clube. Jogando como atacante, fez parte do time que conquistou o último Troféu Wanderpreis e disputou partidas importantes, contra as seleções de São Paulo e Rio de Janeiro. Também conquistou o Campeonato Citadino daquele ano. De 1913 em diante passou a atuar na posição de zagueiro com mais frequência, onde foi vencedor de mais dois citadinos.

Danton - primeiro em pé do lado esquerdo - com seus irmãos e pais
Foto: Autor desconhecido / Acervo Antônio Olmiro dos Reis

Voltando pra sua família em Canela, ajudou a construir o primeiro hotel de veraneio da localidade, com a intenção de realmente “atender aos visitantes que aumentavam ano após ano” (STOLTZ, 1992, p.113). E assim foi criado o Grande Hotel Canela, sendo Danton Corrêa, seu primeiro proprietário.[2]

Liderou o movimento emancipacionista junto de Pedro Sander, Nagibe da Rosa, Attilio Zugno e Pedro Oscar Selbach. Em 28 de dezembro de 1944, a Lei Estadual nº 717 criou o município, que foi instalado quatro dias depois em 1º de janeiro de 1945.[3]

Em 1947 foi o primeiro prefeito eleito da cidade de Canela, comandando entre 1948 e 1951. Em 1959 foi eleito novamente para mais uma gestão de quatro anos a frente do município.[4]

Faleceu em 15 de março de 1965, onde deixou viúva a senhora Anita Franzen e o seguintes filhos, Alvaro, Régis Danton, Luiz Fernando, José Agnelo, João Carlos, Leci, Darja Marilene e Mirna. Hoje Danton Corrêa dá nome a uma escola estadual no centro de Canela e uma rua.

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
13
10
1
2
78
18
60
79.5%
Visitante
1
0
0
1
1
2
-1
0%
Total
14
10
1
3
79
20
59
73.8%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Grêmio 23 x 0 SC Nacional de Porto Alegre - 25/08/1912
Último Jogo
Grêmio 5 x 0 Frisch Auf - 30/08/1914


Banco de dados.png

Referências

  1. Geni. João Corrêa Ferreira da Silva. Visitado em 05 de junho de 2020.
  2. SILVA, Paula Carina Mayer da; CAMPOS, Luciene Jung de. “Primórdios de Canela”: o engendramento do discurso fundador de um destino turístico. Revista Hospitalidade. São Paulo, v. XII, n. 1, p. 411- 437, jun. 2015.
  3. Wikipédia. Canela (Rio Grande do Sul). Visitado em 05 de junho de 2020.
  4. VENIER, A. Memórias de professores e alunos no contexto escolar de Canela, RS (1930-1960). 2014. 132 f. Dissertação (Pós-Graduação em Educação) - Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul.