Adenor Leonardo Bacchi

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
(Redirecionado de Tite)
Ir para: navegação, pesquisa

Tite
Tite

Adenor Leonardo Bacchi

Informações pessoais
Nome completo Adenor Leonardo Bacchi
Data de nasc. 25 de maio de 1961 (59 anos)
Local de nasc. Caxias do Sul-RS, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Função Treinador
Números no Grêmio como Treinador
Jogos V E D Aprov
172 85 43 44 57.8%
  • A estatística pode estar incompleta.
Equipes que treinou
Anos Clubes
1990 Brasil Guarany de Garibaldi (Prep. Físico)
1990-1991 Brasil Guarany de Garibaldi
1991 Brasil Caxias
1992-1995 Brasil Veranópolis
1996 Brasil Ypiranga
1996 Brasil Veranópolis
1997 Brasil Juventude
1998 Brasil Veranópolis
1999-2000 Brasil Caxias
2001-2003 Brasil Grêmio
2003-2004 Brasil São Caetano
2004-2005 Brasil Corinthians
2005 Brasil Atlético Mineiro
2006 Brasil Palmeiras
2007 Emirados Árabes Unidos Al Ain
2008-2009 Brasil Internacional
2010 Emirados Árabes Unidos Al-Wahda
2010-2013 Brasil Corinthians
2015-2016 Brasil Corinthians
2016-atual Brasil Brasil

Adenor Leonardo Bacchi, também conhecido como Tite (Caxias do Sul-RS, BRA, 25 de maio de 1961).


Banco de dadosEstatística como treinador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
82
57
17
8
162
70
92
76.4%
Visitante
90
28
26
36
121
131
-10
40.7%
Total
172
85
43
44
283
201
82
57.8%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Icone Livro.png História

O início no Guarany de Garibaldi

Sem condições físicas para continuar atuando pelo Guarani de Campinas-SP, o então camisa 8, recebeu uma proposta para tentar adiar o fim da carreira em Garibaldi-RS. Após dois amistosos ficou claro que Tite estava impossibilitado de prosseguir dentro das quatro linhas. Virou preparador físico e se tornou técnico, após a saída de Celso Freitas, das quatro partidas restantes da temporada venceu duas e empatou duas.

Primeira passagem Caxias

De volta ao clube que o revelou, agora como treinador, Tite assumiu a casamata em 1991, mas apenas por 11 jogos, conquistando três vitórias.

Segunda passagem Caxias e título Gaúcho

O retorno como técnico a Caxias do Sul marcou o primeiro título importante. O Campeonato Gaúcho de 2000, sobre o Grêmio destacou Tite no cenário nacional. Na segunda passagem foram 115 partidas, sendo 53 delas com vitória.[1]

Grêmio

No início de 2001 o Grêmio ainda contava com Ronaldinho no elenco. No ano anterior sob o comando de Celso Roth o tricolor havia sido eliminado nas semifinais da Copa João Havelange, como foi chamado o Campeonato Brasileiro daquela temporada. Mesmo com o jovem craque, não foi possível para o time do Olímpico parar a sensação do começo do milênio, o São Caetano, que acabaria como vice-campeão nacional. A direção gremista decidiu que era momento de um novo comandante na casamata, foi quando entraram em contato com Falcão, ídolo do Internacional. Ele conta porque não aceitou e o que sugeriu:[2]

Ainda em 2000 o então treinador do Caxias foi escolhido, após recusa de Nelsinho Baptista que estava na Ponte Preta, para ser o primeiro dono da casamata do Olímpico no novo milênio. [3]

Títulos

Treinador

Veranópolis
  • Rio Grande do Sul Campeonato Gaúcho - Segunda Divisão: 1993
Caxias
Grêmio
Internacional
Corinthians
Seleção Brasileira
  • Bandeiras da América do Sul.gif Copa América : 2019

Campanhas de destaque

Jogador

Guarani

Treinador

Seleção Brasileira
  • Bandeiras da América do Sul.gif Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA : 1°lugar - 2018

Prêmios individuais

  • Melhor treinador do Mundial de Clubes: 2012
  • Melhor treinador da Libertadores: 2012
  • Prêmio Craque do Brasileirão de melhor técnico do Campeonato Brasileiro: 2015
  • Prêmio Faz Diferença O Globo - Esportes: 2015
  • Treinador Sul-Americano do Ano: 2017


Banco de dadosJogos em que Adenor Leonardo Bacchi treinou a equipe do Grêmio

Estreia
Coritiba 2 x 1 Grêmio - 17/01/2001
Último Jogo
Figueirense 2 x 1 Grêmio - 01/06/2003

Referências