Vagner Marcelino

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Vagner
Vagner

Vagner Marcelino

Informações pessoais
Nome completo Vagner Marcelino
Data de nasc. 14 de julho de 1974 (45 anos)
Local de nasc. São Paulo-SP, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Função Volante
Registro CBF 119738
Altura 1,87m
Destro
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
8 0 0
  • A estatística pode estar incompleta.
Clubes profissionais
Anos Clubes
1994-1997 Brasil União São João
1997 Brasil Caxias
1998 Brasil Cruzeiro
1999 Brasil Flamengo
2000 México Monterrey
2000 Brasil Bahia
2001 Brasil Grêmio (emp.)
2001 Brasil Santos

Vagner Marcelino, também conhecido como Vagner (São Paulo-SP, BRA, 14 de julho de 1974).

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
3
3
0
0
7
2
5
100%
Visitante
5
3
0
2
16
13
3
60%
Total
8
6
0
2
23
15
8
75%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Icone Livro.png História

Vagner começou a carreira no interior paulista. Iniciou com 20 anos no União São João, em 1994, onde seguiu até 1996. Transferiu-se em 1997 para o Caxias, na Serra Gaúcha. Em 1998, foi campeão estadual em Minas, pelo Cruzeiro. Em 1999, foi campeão estadual no Rio, com o Flamengo. Conseguiu uma transferência para o futebol mexicano em 2000. Lá jogou meia temporada no Monterrey. Depois, chegou ao Bahia para a disputa da Copa João Havelange. Disputou 21 jogos, e ajudou o Bahia na ótima campanha que levou o clube até as oitavas-de-final, na qual Vágner marcou um gol contra o Vasco, no Estádio São Januário.

Chegada ao Grêmio

Em sete anos de carreira, Vagner estava indo para o seu sétimo clube diferente. "A cada fim de temporada vários clubes se mostram interessados no meu futebol e assim vou andando, procurando o meu espaço", afirmou o grandalhão Vagner. O volante foi apresentado em janeiro de 2001 como reforço do Grêmio, emprestado por um ano pelo Monterrey do México, que faturou 80 mil dólares com o negócio. Com fama de bom marcador, admitiu que às vezes batia forte nos adversários.

Sem muita velocidade, com um pouco de habilidade, ótimo posicionamento na proteção à frente da zaga, eficiente na marcação, sempre chegando com força, e dono de um chute forte. Vagner tinha tudo para fazer história no Tricolor. No início era titular, mas o jovem Eduardo Costa foi ganhando espaço e se tornou titular absoluto do treinador Tite.

Vagner disputou apenas 8 jogos com a camiseta tricolor, entre Copa Sul-Minas, Copa do Brasil e Gauchão. Ele nunca foi unanimidade entre os torcedores.

Saída do Grêmio

Vagner teve o seu contrato rescindido pelo Grêmio no dia 30 de abril de 2001[1].


Títulos

Grêmio


Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Grêmio 2 x 1 Figueirense - 25/01/2001
Último Jogo
Esportivo 3 x 5 Grêmio - 04/04/2001


Referências

  1. Grêmio rescinde com volante Vagner Terra (30 de abril de 2001). Visitado em 14 de dezembro de 2016.