Phelipe Megiolaro Alves

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Phelipe Megiolaro
Phelipe Megiolaro
Divulgação Grêmio
Informações pessoais
Nome completo Phelipe Megiolaro Alves
Data de nasc. 08 de fevereiro de 1999 (21 anos)
Local de nasc. Campinas-SP, BRA
Nacionalidade Brasil
Informações profissionais
Clube atual Grêmio
Função Goleiro
Registro CBF 337483
Altura 1,85
Como jogador do Grêmio
Jogos Gols Média
2 0 0
  • A estatística pode estar incompleta.
Categorias de base
Anos Clubes
Brasil Campinas
2008-2012 Brasil Ponte Preta
2013-2018 Brasil Grêmio
Clubes profissionais
Anos Clubes
2019-atual Brasil Grêmio
Seleção nacional de base
Anos Seleção Jogos (gols)
2016-2016 Brasil Brasil (Sub-18)       
2017-2019 Brasil Brasil (Sub-20)       
2019- Brasil Brasil (Sub-23)    02      (00)
Seleção nacional
Anos Seleção Jogos (gols)
2018- Brasil Brasil       

Phelipe Megiolaro Alves, também conhecido como Phelipe Megiolaro (Campinas-SP, BRA, 08 de fevereiro de 1999).

Banco de dadosEstatística como jogador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
0
0
0
0
0
0
0
%
Visitante
2
0
0
2
3
5
-2
0%
Total
2
0
0
2
3
5
-2
%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Icone Livro.png História

Categorias de base

Natural de Campinas, Phelipe Megiolaro começou como zagueiro. Aos 8 anos, deu 'um passo para trás' e não mudou mais, graças aos incentivos do pai Agnaldo, goleiro amador nas peladas do interior paulista.[1]

O jovem atleta começou sua carreira no Campinas Futebol Clube, depois ingressou nas categorias de base da Ponte Preta com nove anos. Prestes a completar 14 anos, se mudou para Porto Alegre para assinar com o Grêmio, em 04 de janeiro de 2013.[2]

Grêmio

No Grêmio conquistou títulos estaduais de base ao lado de Jean Pyerre, Darlan, entre outros, se consolidando como mais um goleiro promessa do clube. No estadual juvenil foi um dos grandes destaques do título da equipe, sendo elogiado pela saída de gol e tempo de bola, bem como a envergadura e a personalidade. Nas finais, atuou de maneira decisiva em dois lances no primeiro jogo, quando salvou o Tricolor – o placar estava em 3 a 0 e o Internacional buscava a reação.[3]

Destaque na categoria juvenil, foi convocado pela primeira vez por Carlos Amadeu para a seleção brasileira na categoria sub-18, chamado para um período de treinos na Granja Comary, em Teresópolis-RJ.[4]

Em 2019 depois de ter sido titular da seleção brasileira no Sul-Americano Sub-20, disputado no Chile, Phelipe subiu ao elenco profissional do Grêmio. Foi inscrito no Campeonato Gaúcho e na Copa Libertadores. Ficou no banco de reservas pela primeira vez na vitória contra o Pelotas fora de casa.

Phelipe Megiolaro é apontado como uma grande promessa e também, demonstra muita personalidade nas entrevistas:[5]

O goleiro foi uma das vítimas de Renato Portaluppi nos treinos, ele conta como foi:

Com Paulo Victor poupado para o jogo decisivo das semifinais da Copa Libertadores e o reserva Júlio César sentindo dores momentos antes da partida pelo Campeonato Brasileiro, Phelipe Megiolaro estreou nos profissionais na derrota do tricolor por 2 a 1 contra o Fortaleza no Estádio Castelão.

Seleção

Constantemente convocado para as seleções de base, defendeu a sub-18 em 2016 e teve quatro convocações para a seleção Sub-20, quando capitão da equipe no Torneio de Toulon de 2017. No dia 21 de setembro de 2018 foi convocado por Tite para a seleção Brasileira em amistosos contra a Arábia Saudita e a Argentina.[2] No ano seguinte, participou do Sul-Americano Sub-20 no Chile, sendo titular.

Por conta da ausência de Alisson, campeão da Champions League pelo Liverpool, Phelipe foi novamente chamado a seleção e passou a acompanhar Ederson nos exercícios comandados por Taffarel e nos treinos orientados por Tite visando a preparação para a Copa América no Brasil. O gremista foi a terceira opção no banco de reservas no amistoso diante do Catar.[6]

Com histórico de convocações nas seleções de base e principal, Phelipe foi novamente convocado, desta vez por André Jardine para a seleção olímpica. Visando a preparação para o Torneio Pré-Olímpico a ser disputado no início de 2020, a seleção brasileira disputou um torneio amistoso nas Ilhas Canárias.[7] O goleiro foi titular nos dois jogos da competição, acabando com o vice-campeonato.


Banco de dadosPartidas como jogador do Grêmio

Estreia
Fortaleza 2 x 1 Grêmio - 19/10/2019
Último Jogo
Goiás 3 x 2 Grêmio - 08/12/2019


Referências