Telê Santana da Silva

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Telê Santana
Telê Santana

Telê Santana da Silva

Informações pessoais
Nome completo Telê Santana da Silva
Data de nasc. 26 de julho de 1931
Local de nasc. Itabirito-MG, BRA
Nacionalidade Brasil
Falecido em 21 de abril de 2006 (74 anos)
Local do falec. Belo Horizonte-MG, BRA
Informações profissionais
Função Treinador
Funções
Jogador
Jogador
Treinador
Treinador
Árbitro
Árbitro
Números no Grêmio como Treinador
Jogos V E D Aprov
175 102 49 24 67.6%
  • A estatística pode estar incompleta.
Equipes que treinou
Anos Clubes
1969-1970 Brasil Fluminense
1970-1972 Brasil Atlético Mineiro
1973 Brasil São Paulo
1973-1975 Brasil Atlético Mineiro
1976 Brasil Botafogo
1976-1978 Brasil Grêmio
1979-1980 Brasil Palmeiras
1980-1982 Brasil Brasil
1983-1985 Arábia Saudita Al-Ahli
1985-1986 Brasil Brasil
1987-1988 Brasil Atlético Mineiro
1988-1989 Brasil Flamengo
1989 Brasil Fluminense
1990 Brasil Palmeiras
1990-1996 Brasil São Paulo

Telê Santana da Silva, também conhecido como Telê Santana (Itabirito-MG, BRA, 26 de julho de 1931 - Belo Horizonte-MG, BRA, 21 de abril de 2006).

Icone Livro.png História

Em pesquisa realizada pela revista esportiva Placar, nos idos da década de 1990, foi eleito por jornalistas, jogadores e ex-atletas o maior treinador da história da Seleção Brasileira, mesmo perdendo duas edições da Copa do Mundo e amargando por muito tempo a fama de "pé-frio".

A partir de 1990 até o início de 1996, comandou o São Paulo, conquistando duas vezes a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes. É considerado o maior treinador são-paulino em todos os tempos e um dos ídolos do clube, sendo apelidado pela torcida com a alcunha de "Mestre Telê".

Como jogador, é ícone do Fluminense pela intensa dedicação que ofereceu ao seu clube do coração — que valeu-lhe o apelido "Fio de Esperança" —, onde também começou a sua carreira de treinador.

Até hoje, é o técnico que mais dirigiu o Atlético Mineiro em jogos oficiais,[1] com 434 jogos.

Treinador

No Grêmio, em 9 de setembro de 1976, substituiu Paulo Lumumba no Grêmio,[2] levando-o a recuperar a hegemonia do Campeonato Gaúcho após oito anos de domínio do Internacional. No Grêmio, permaneceu até o fim de 1978.

Títulos

Como treinador

Fluminense
  • Taça Guanabara: 1969
  • Campeonato Carioca: 1969
Atlético Mineiro
Grêmio
Al-Ahli
  • Campeonato Saudita: 1983-84
  • Copa do Rei Árabe: 1982-83
  • Copa do Golfo: 1985
Flamengo
  • Taça Guanabara: 1989
São Paulo
Individuais
  • Ganhou o Prêmio Belfort Duarte, que homenageava o jogador de futebol profissional que passasse dez anos sem sofrer uma expulsão, tendo jogado pelo menos 200 partidas nacionais ou internacionais.
  • Melhor técnico de futebol do mundo (El País): 1992 e 1993
  • Treinador Sul-Americano do Ano: 1992


Banco de dadosEstatística como treinador do Grêmio

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
83
58
19
6
196
55
141
77.5%
Visitante
92
44
30
18
136
61
75
58.7%
Total
175
102
49
24
332
116
216
67.6%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Banco de dadosJogos em que Telê Santana da Silva treinou a equipe do Grêmio

Estreia
Grêmio 0 x 0 Santos - 12/09/1976
Último Jogo
Grêmio 1 x 2 Internacional - 17/12/1978
Banco de dados.png

Referências

  1. Site oficial do Clube Atlético Mineiro. Clube Atlético Mineiro - Recordistas. Visitado em 2 de agosto de 2012.
  2. Folha de S. Paulo, 9 de setembro de 1976, Esportes p.35