Copa Bridgestone Libertadores da América de 2017

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa
Relógio.png
Esse artigo trata de um evento atual. As informações aqui existentes podem mudar a qualquer momento.
LVIII Copa Libertadores de América Copa Bridgestone Libertadores 2017
Copa Bridgestone
Dados
Nome oficial Copa Bridgestone Libertadores 2017
Participantes 47
Organização CONMEBOL
Período 1 de fevereiro29 de novembro
◄◄ 2016 Soccerball.png 2018 ►►

A Copa Libertadores da América de 2017, chamada oficialmente Copa Bridgestone Libertadores 2017, é a 58ª edição da competição de futebol realizada anualmente pela Confederação Sul-Americana de Futebol CONMEBOL. Pela 17ª vez o Grêmio participa do torneio, tendo divulgado a lista de jogadores em 8 de março[1].

O clube campeão vai participar da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2017, representando a CONMEBOL e também disputará a Recopa Sul-Americana de 2018, contra o campeão da Copa Sul-Americana de 2017.

Equipes classificadas

País Equipe Classificação Fase
Argentina Argentina


(6 vagas)

Lanús Campeão do Campeonato Argentino de Futebol de 2016 Fase de grupos
San Lorenzo Vice-campeão do Campeonato Argentino 2016
Estudiantes 3º colocado do Campeonato Argentino 2016
Godoy Cruz 4º colocado do Campeonato Argentino 2016
River Plate Campeão da Copa Argentina de Fútbol 2016
Atlético Tucumán 5º colocado do Campeonato Argentino 2016 Segunda fase
Bolívia Bolívia


(4 vagas)

Sport Boys Campeão do Torneo Apertura 201516 Fase de grupos
Jorge Wilstermann Campeão do Torneo Clausura 201516
The Strongest Melhor pontuação na temporada boliviana 201516 Segunda fase
Universitario de Sucre 2ª melhor pontuação na temporada boliviana 201516 Primeira fase
Brasil Brasil


(7 vagas + campeão da Sul-Americana)

Chapecoense Campeã da Copa Sul-Americana de 2016 Fase de grupos
Palmeiras Campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2016
Grêmio Campeão da Copa do Brasil 2016
Santos Vice-campeão do Campeonato Brasileiro de 2016
Flamengo 3º colocado no Campeonato Brasileiro de 2016
Atlético-MG 4º colocado no Campeonato Brasileiro de 2016
Botafogo 5º colocado no Campeonato Brasileiro de 2016 Segunda fase
Atlético-PR 6º colocado no Campeonato Brasileiro 2016
Chile Chile


(4 vagas)

Universidad Católica Campeão do Torneo Clausura 201516 e do Torneo Apertura 201617 Fase de grupos
Deportes Iquique Vice-campeão do Torneo Apertura 201617
Colo-Colo Campeão da Copa do Chile 2016 Segunda fase
Unión Española Vencedor do duelo de vice-campeões chilenos 2016
Colômbia Colômbia


(4 vagas + atual campeão)

Atlético Nacional Campeão da Copa Libertadores da América de 2016 Fase de grupos
Independiente Medellín Campeão do Torneo Apertura 2016
Santa Fe Campeão do Torneo Finalización 2016
Millonarios Melhor pontuador da temporada colombiana 2016 Segunda fase
Junior Barranquilla 2º melhor pontuador da temporada colombiana 2016
Equador Equador


(4 vagas)

Barcelona de Guayaquil Campeão do Campeonato Equatoriano 2016 Fase de grupos
Emelec Vice-campeão do Campeonato Equatoriano 2016
El Nacional Melhor pontuação na temporada equatoriana 2016 Segunda fase
Independiente del Valle 2ª melhor pontuação na temporada 2016 Primeira fase
Paraguai Paraguai


(4 vagas)

Libertad Campeão do Campeonato Paraguaio Apertura de 2016 Fase de grupos
Guaraní do Paraguai Campeão do Campeonato Paraguaio Clausura de 2016
Olimpia Melhor pontuação na temporada paraguaia 2016 Segunda fase
Capiatá 2ª melhor pontuação na temporada paraguaia 2016 Primeira fase
Perú Peru


(4 vagas)

Sporting Cristal Campeão do Campeonato Descentralizado 2016 Fase de grupos
Melgar Vice-campeão do Campeonato Descentralizado 2016
Universitario 3º colocado no Campeonato Descentralizado 2016 Segunda fase
Deportivo Municipal 4º colocado no Campeonato Descentralizado 2016 Primeira fase
Uruguai Uruguai


(4 vagas)

Peñarol Campeão do Campeonato Uruguaio 201516 Fase de grupos
Nacional Vice-campeão do Campeonato Uruguaio 201516
Cerro Porteño Melhor pontuação na temporada uruguaia 201516 Segunda fase
Montevideo Wanderers 2º colocado do Torneo de Transición 2016 Primeira fase
Venezuela Venezuela


(4 vagas)

Zamora Campeão do Campeonato Venezuelano 201516 Fase de grupos
Zulia Vice-campeão do Campeonato Venezuelano 201516
Carabobo Melhor pontuação na temporada venezuelana 201516 Segunda fase
Deportivo Táchira 2ª melhor pontuação na temporada venezuelana 201516 Primeira fase

Fases Preliminares

Primeira Fase

Após ter sido definido por sorteio, os três confrontos em ida e volta definem os times que avançam para a Segunda Fase da Copa Libertadores. Em caso de empate na soma dos placares o gol qualificado será critério de desempate, persistindo a igualdade a disputa vai para os pênaltis.

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Data Ida Volta
E1 Universitario de Sucre Bolívia 5–7 Uruguai Montevideo Wanderers 23/jan 27/jan 3–2 2–5
E2 Deportivo Municipal Perú 2–3 Equador Independiente del Valle 23/jan 27/jan 0–1 2–2
E3 Deportivo Capiatá Paraguai 1–0 Venezuela Deportivo Táchira 23/jan 27/jan 1–0 0–0

Segunda Fase

Oito confrontos definem os classificados para a terceira fase. As regras de desempate são as mesmas da fase anterior.

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Data Ida Volta
C1 Atlético Paranaense Brasil 1–1 (4–2 p) Colômbia Millonarios 01/02 08/02 1–0 0–1
C2 Botafogo Brasil 3–2 Chile Colo-Colo 01/02 08/02 2–1 1–1
C3 Cerro Uruguai 2–5 Chile Unión Española 31/01 07/02 2–3 0–2
C4 Carabobo Venezuela 4–0 Colômbia Junior Barranquilla 31/01 07/02 0–1 0–3
C5 Atlético Tucumán Argentina 3–2 Equador El Nacional 31/01 07/02 2–2 1–0
C6 Montevideo Wanderers Uruguai 0–6 Bolívia The Strongest 02/02 09/02 0–2 0–4
C7 Independiente del Valle Equador 2–3 Paraguai Olimpia 02/02 09/02 1–0 1–3
C8 Deportivo Capiatá Paraguai 4–3 Perú Universitario 02/02 09/02 1–3 3–0

Terceira Fase

Em partidas de ida e volta as equipes vencedoras da segunda fase se enfrentam. Em caso de empate no placar agregado, a regra do gol fora de casa será considerada e, persistindo a igualdade, a vaga será definida na disputa por pênaltis. Os vencedores passam a fase de grupos.

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Data Ida Volta
G1 Atlético Paranaense Brasil 4–3 Paraguai Deportivo Capiatá 15/02 22/02 3–3 1–0
G2 Botafogo Brasil 1–1 (3–1 p) Paraguai Olimpia 15/02 22/02 1–0 0–1
G3 Unión Española Chile 1–6 Bolívia The Strongest 16/02 23/02 1–1 0–5
G4 Junior Barranquilla Colômbia 2–3 Argentina Atlético Tucumán 16/02 23/02 1–0 1–3

Fase de grupos

Os dois primeiros colocados de cada grupo avançam às oitavas de final. Os terceiros colocados se classificam para a Copa Sul-Americana de 2017.

Legenda
Equipes classificados para a fase final
Equipes transferidas para a segunda fase da Copa Sul-Americana 2017
Equipes eliminadas

Grupo 1

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Botafogo 10 6 3 1 2 6 5 +1
2 Equador Barcelona-EQU 10 6 3 1 2 8 8 0
3 Argentina Estudiantes 9 6 3 0 3 7 8 -1
4 Colômbia Atlético Nacional 6 6 2 0 4 8 8 0
  ATN EST BAR BOT
Atlético Nacional 4–1 3–1 0–2
Estudiantes 1–0 0–2 1–0
Barcelona-EQU 2–1 0–3 1–1
Botafogo 1–0 2–1 0–2

Grupo 2

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Santos 12 6 3 3 0 11 4 +7
2 Bolívia The Strongest 9 6 2 3 1 9 5 +4
3 Colômbia Santa Fe 8 6 2 2 2 8 6 +2
4 Perú Sporting Cristal 2 6 0 2 4 2 15 -13
  SAN SFE SCR STR
Santos 3–2 4–0 2–0
Santa Fe 0–0 3–0 1–1
Sporting Cristal 1–1 0–2 0–0
The Strongest 1–1 2–0 5–1

Grupo 3

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Argentina River Plate 13 6 4 1 1 14 9 +5
2 Equador Emelec 10 6 3 1 2 8 5 +3
3 Colômbia Independiente Medellín 9 6 3 0 3 8 8 0
4 Perú Melgar 3 6 1 0 5 6 14 -8
  RIV EME DIM MEL
River Plate 1–1 1–2 4–2
Emelec 1–2 1–0 3–0
Independiente Medellín 1–3 1–2 2–0
Melgar 2–3 1–0 1–2

Grupo 4

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Argentina San Lorenzo 10 6 3 1 2 8 8 0
2 Brasil Atlético Paranaense 10 6 3 1 2 9 10 -1
3 Brasil Flamengo 9 6 3 0 3 11 7 +4
4 Chile Universidad Católica 5 6 1 2 3 8 11 -3
  SLO UCA FLA ATP
San Lorenzo 2–1 2–1 0–1
Universidad Católica 1–1 1–0 2–3
Flamengo 4–0 3–1 2–1
Atlético Paranaense 0–3 2–2 2–1

Grupo 5

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Palmeiras 13 6 4 1 1 13 9 +4
2 Bolívia Jorge Wilstermann 9 6 3 0 3 12 10 +2
3 Argentina Atlético Tucumán 7 6 2 1 3 8 10 -2
4 Uruguai Peñarol 6 6 2 0 4 11 15 -4
  PEN PAL JWI TUC
Peñarol 2–3 2–0 2–1
Palmeiras 3–2 1–0 3–1
Jorge Wilstermann 6–2 3–2 2–1
Atlético Tucumán 2–1 1–1 2–1

Grupo 6

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Atlético Mineiro 13 6 4 1 1 17 6 +11
2 Argentina Godoy Cruz 11 6 3 2 1 10 8 +2
3 Paraguai Libertad 6 6 1 3 2 7 9 -2
4 Bolívia Sport Boys 2 6 0 2 4 8 19 -11
  ATM LIB GOD SBW
Atlético Mineiro 2–0 4–1 5–2
Libertad 1–0 1–2 1–1
Godoy Cruz 1–1 1–1 2–0
Sport Boys 1–5 3–3 1–3

Grupo 7

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Argentina Lanús 13 6 4 1 1 13 3 +10
2 Uruguai Nacional 8 6 2 2 2 5 3 +2
3 Brasil Chapecoense 7 6 2 1 3 6 12 -6
4 Venezuela Zulia 5 6 1 2 3 4 10 -6
  CNF CHA LAN ZUL
Nacional 3–0 0–1 0–1
Chapecoense 1–1 1–3 2–1
Lanús 0–1 3–0[a] 5–0
Zulia 0–0 1–2 1–1

Grupo 8

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Grêmio 13 6 4 1 1 15 6 +9
2 Paraguai Guaraní 11 6 3 2 1 9 7 +2
3 Chile Deportes Iquique 10 6 3 1 2 12 9 +3
4 Venezuela Zamora 0 6 0 0 6 6 20 -14
  GRE GUA ZAM IQU
Grêmio 4–1 4–0 3–2
Guaraní 1–1 3–1 0–0
Zamora 0–2 1–3 1–4
Deportes Iquique 2–1 0–1 4–3

Fase final

Após a definição das equipes classificadas da fase de grupos, o sorteio que definiu o chaveamento das oitavas de final até a final foi realizado em 14 de junho no Centro de Convenções da CONMEBOL em Luque, no Paraguai.[2] Até a edição passada, os cruzamentos já eram predefinidos através da pontuação obtida na fase anterior. Agora, essa pontuação serve apenas para a definição dos mandos de campo até a final, com as equipes melhores posicionadas sempre realizando o jogo de volta como local.[3]

Equipes classificadas
Grupo Líderes de grupo Vice-líderes de grupo
1 Brasil Botafogo (7) Equador Barcelona-EQU (12)
2 Brasil Santos (6) Bolívia The Strongest (14)
3 Argentina River Plate (4) Equador Emelec (11)
4 Argentina San Lorenzo (8) Brasil Atlético Paranaense (13)
5 Brasil Palmeiras (5) Bolívia Jorge Wilstermann (15)
6 Brasil Atlético Mineiro (1) Argentina Godoy Cruz (9)
7 Argentina Lanús (2) Uruguai Nacional-URU (16)
8 Brasil Grêmio (3) Paraguai Guaraní-PAR (10)

Chaveamento

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 4 de julho a 10 de agosto  12 a 21 de setembro  24 de outubro a 2 de novembro  22 e 29 de novembro
                                                 
 Bolívia Jorge Wilstermann 1 0 1  
 Brasil Atlético-MG 0 0 0  
   Bolívia Jorge Wilstermann 3 0 3  
   Argentina River Plate 0 8 8  
 Paraguai Guaraní-PAR 0 1 1
 Argentina River Plate 2 1 3  
   Argentina River Plate  
   Argentina Lanús  
 Equador Emelec 0 1 1 (4)  
 Argentina San Lorenzo (pen) 1 0 1 (5)  
   Argentina San Lorenzo 2 0 2 (3)
   Argentina Lanús 0 2 2 (4)  
 Bolívia The Strongest 1 0 1
 Argentina Lanús 1 1 2  
         
         
 Equador Barcelona (pen) 1 0 1 (5)  
 Brasil Palmeiras 0 1 1 (4)  
   Equador Barcelona 1 1 2
   Brasil Santos 1 0 1  
 Brasil Atlético-PR 2 0 2
 Brasil Santos 3 1 4  
   Equador Barcelona
   Brasil Grêmio  
 Uruguai Nacional-URU 0 0 0  
 Brasil Botafogo 1 2 3  
   Brasil Botafogo 0 0 0
   Brasil Grêmio 0 1 1  
 Argentina Godoy Cruz 0 1 1
 Brasil Grêmio 1 2 3  


Final

Jogo de ida
Copa Libertadores None None
22 de novembro

Jogo de volta
Copa Libertadores None None
29 de novembro

Premiação

Copa Libertadores da América de 2017
Bandeiras da América do Sul
A definir
Campeão
(?° título)

Notas

  • A. ^Foi atribuída a vitória por 3–0 ao Lanús devido ao uso de jogador irregular pela Chapecoense. Originalmente a partida terminou em 2–1 para os visitantes.[4]

Referências

  1. Grêmio divulga inscritos na Libertadores 2017 Grêmio FBPA (8 de março de 2017). Visitado em 14 de agosto de 2017.
  2. CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE: Sorteio das Oitavas de Final CONMEBOL (14 de junho de 2017). Visitado em 14 de junho de 2017.
  3. As 16 equipes que irão pela glória continental CONMEBOL (26 de maio de 2017). Visitado em 27 de maio de 2017.
  4. Por escalação irregular, Chape é punida pela Conmebol e está fora da Libertadores GloboEsporte.com (23 de maio de 2017). Visitado em 23 de maio de 2017.