Campeonato Brasileiro de Futebol de 2017

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Brasileiro de 2017 - Série A
Brasileirão Série A 2017
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 13 de maio3 de dezembro
Gol(o)s 591
Partidas 250
Média 2,36 gol(o)s por partida
Maiores goleadas
(diferença)
Atlético-PRParaná 5–0 Santa Catarina Avaí
Arena da Baixada, Curitiba
3 de agosto, 18ª rodada
 
Grêmio Rio Grande do Sul 5–0 Pernambuco Sport
Arena do Grêmio, Porto Alegre
2 de setembro, 22ª rodada
Público 3 894 891
Média 15 705,2 pessoas por partida
◄◄ 2016 Soccerball.png 2018 ►►

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 2017, foi a 61ª edição do Campeonato Brasileiro de Futebol. A disputa teve o mesmo regulamento dos anos anteriores, quando foi implementado o sistema de pontos corridos.

Regulamento

A Série A é disputada por 20 clubes em dois turnos. Em cada turno, todos os times jogam entre si uma única vez. Os jogos do segundo turno foram realizados na mesma ordem do primeiro, apenas com o mando de campo invertido. Não há campeões por turnos, sendo declarado campeão brasileiro o time que obtiver o maior número de pontos após as 38 rodadas.[1]

Os seis primeiros colocados garantem vaga na Copa Libertadores da América de 2018 via Campeonato Brasileiro. Os seis clubes seguintes na classificação geral, geralmente os clubes ocupantes do 7º ao 12º lugar na classificação da Série A, têm o direito de disputar a Copa Sul-Americana de 2018. A existência de um clube campeão da Copa do Brasil e da Copa Libertadores da América entre os clubes ocupantes das zonas de classificação abre aos clubes subsequentes a vaga restante, seguindo a ordem de classificação do campeonato, uma vez que tais competições garantem vaga específica para a Copa Libertadores da América de 2018. Os quatro últimos são rebaixados para a Série B do ano seguinte.

Participantes

Estado Equipe Em 2015 Estádio Capacidade Títulos
Bahia Bahia
(2 vagas)
Bahia (4º Série B) Arena Fonte Nova 50 025 2 (1959, 1988)
Vitória 16º Estádio Barradão 34 535 0 (não possui)
Goiás Goiás
(1 vaga)
Atlético Goianiense (1º Série B) Estádio Pedro Ludovico 13 500 0 (não possui)
Minas Gerais Minas Gerais
(2 vagas)
Atlético Mineiro Estádio Independência 23 018 1 (1971)
Cruzeiro 12º Estádio Mineirão 61 846 4 (1966, 2003, 2013, 2014)
Paraná Paraná
(2 vagas)
Atlético Paranaense Arena da Baixada 42 370 1 (2001)
Coritiba 15º Estádio Couto Pereira 40 502 1 (1985)
Pernambuco Pernambuco
(1 vaga)
Sport 14º Estádio Ilha do Retiro 32 983 1 (1987)
Rio de Janeiro Rio de Janeiro
(4 vagas)
Botafogo Estádio Nilton Santos 45 000 2 (1968, 1995)
Flamengo Estádio Luso-Brasileiro 20 215 5 (1980, 1982, 1983, 1992, 2009)
Fluminense 13º Estádio Maracanã 78 838 4 (1970, 1984, 2010, 2012)
Vasco da Gama (3º Série B) Estádio São Januário 24 584 4 (1974, 1989, 1997, 2000)
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul
(1 vaga)
Grêmio Arena do Grêmio 55 662 2 (1981, 1996)
Santa Catarina Santa Catarina
(2 vagas)
Avaí (2º Série B) Estádio Ressacada 17 826 0 (não possui)
Chapecoense 11º Arena Condá 15 765 0 (não possui)
São Paulo São Paulo
(5 vagas)
Corinthians Arena Corinthians 47 605 6 (1990, 1998, 1999, 2005, 2011, 2015)
Palmeiras Arena Allianz Parque 43 713 9 (1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994, 2016)
Ponte Preta Estádio Moisés Lucarelli 17 728 0 (não possui)
Santos Estádio Vila Belmiro 16 068 8 (1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002, 2004)
São Paulo 10º Estádio Morumbi 72 039 6 (1977, 1986, 1991, 2006, 2007, 2008)

Estádios

Atlético Goianiense Atlético Mineiro Atlético Paranaense Avaí Bahia Botafogo
Pedro Ludovico Independência Arena da Baixada Ressacada Arena Fonte Nova Engenhão
Capacidade: 13 500 Capacidade: 23 018 Capacidade: 42 370 Capacidade: 17 826 Capacidade: 50 025 Capacidade: 45 000
Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira.jpeg Estádio Independência.jpg Arena da Baixada.jpg Estádio da Ressacada.jpg Arena Fonte Nova.jpg Estádio Engenhão.jpg
Chapecoense
Localização das equipes participantes da Série A de 2017.
Corinthians
Arena Condá Arena Corinthians
Capacidade: 15 765 Capacidade: 47 605
Arena Condá.jpg Arena Corinthians.jpeg
Coritiba Cruzeiro
Couto Pereira Mineirão
Capacidade: 40 502 Capacidade: 61 846
Estádio Couto Pereira.jpg Estádio Mineirão.jpg
Flamengo Fluminense
Luso-Brasileiro Maracanã
Capacidade: 20 215 Capacidade: 78 838
Estádio Luso-Brasileiro.jpeg Estádio Maracanã.jpg
Grêmio Palmeiras
Arena do Grêmio Allianz Parque
Capacidade: 55 662 Capacidade: 43 713
Arena externa.jpg Allianz Parque.jpeg
Ponte Preta Santos São Paulo Sport Vasco da Gama Vitória
Moisés Lucarelli Vila Belmiro Morumbi Ilha do Retiro São Januário Barradão
Capacidade: 17 728 Capacidade: 16 068 Capacidade: 72 039 Capacidade: 32 983 Capacidade: 24 584 Capacidade: 34 535
Estádio Moisés Lucarelli.jpg Estádio Vila Belmiro.jpg Estádio Morumbi.jpg Estádio Ilha do Retiro.jpg Estádio São Januário.jpg Estádio Barradão.jpg

Outros estádios

Além dos estádios de mando usual, outros estádios foram utilizados devido a punições de perda de mando de campo imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva ou por conta de problemas de interdição dos estádios usuais ou simplesmente por opção dos clubes em mandar seus jogos em outros locais, geralmente buscando uma renda maior.

Classificação

Atualizado em 25 de setembro.

v  e

Pos. Equipes P J V E D GP GC SG % M Classificação ou rebaixamento
1 São Paulo Corinthians 54 25 16 6 3 35 14 +21 72 Estável Fase de grupos da Copa Libertadores de 2018
2 São Paulo Santos 44 25 12 8 5 26 16 +10 59 Aumento1
3 Rio Grande do Sul Grêmio 43 25 13 4 8 40 22 +18 57 Baixa1
4 São Paulo Palmeiras 43 25 13 4 8 36 26 +10 57 Estável
5 Minas Gerais Cruzeiro 40 25 11 7 7 31 22 +9 53 Aumento1 Segunda fase da Copa Libertadores de 2018
6 Rio de Janeiro Botafogo 40 25 11 7 7 32 25 +7 53 Aumento1
7 Rio de Janeiro Flamengo 39 25 10 9 6 34 24 +10 52 Baixa2 Copa Sul-Americana de 2018
8 Paraná Atlético Paranaense 34 25 9 7 9 29 28 +1 45 Estável
9 Rio de Janeiro Vasco da Gama 32 25 9 5 11 25 36 –11 43 Estável
10 Santa Catarina Chapecoense 31 25 9 4 12 29 37 –8 41 Aumento4
11 Minas Gerais Atlético Mineiro 31 25 8 7 10 27 31 –4 41 Baixa1
12 Rio de Janeiro Fluminense 31 25 7 10 8 34 35 –1 41 Baixa1
13 Bahia Bahia 30 25 8 6 11 31 32 –1 40 Aumento3
14 Pernambuco Sport 30 25 8 6 11 31 37 –6 40 Baixa2
15 Santa Catarina Avaí 30 25 7 9 9 16 28 –12 40 Baixa2
16 Bahia Vitória 29 25 8 5 12 29 36 –7 39 Aumento3
17 São Paulo São Paulo 28 25 7 7 11 33 37 –4 37 Estável Zona de rebaixamento à Série B de 2018
18 São Paulo Ponte Preta 28 25 7 7 11 26 33 –7 37 Baixa3
19 Paraná Coritiba 27 25 7 6 12 24 32 –8 36 Baixa1
20 Goiás Atlético Goianiense 22 25 6 4 15 23 40 –17 29 Estável

Desempenho por rodada

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
BAH GRE CHA COR

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
VAS ATG VIT ATP AVA ATG

Premiação

Campeonato Brasileiro 2017
Série A
Brasil
A definir
Campeão
(?º título)

Ver também

Referências

  1. Regulamento específico da competição – Campeonato Brasileiro da Série A 2017 (PDF) CBF (13 de março de 2017). Visitado em 23 de setembro de 2017.

Ligações externas