Predefinição:História de Jorge Carlos Carneiro

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

História

Em 29/11/1959, no Grenal 150, Ortunho foi atingido por uma garrafa arremessada pelos colorados, voltando a campo mesmo sangrando, com uma faixa na cabeça. O Grêmio venceu o clássico por 4x1 e o jogador foi carregado pela torcida do Grêmio

Ortunho foi um zagueiro-esquerdo (Lateral-esquerdo) que marcou época no Grêmio, sendo incluído na Calçada da Fama gremista.[1] Ganhou o apelido pela semelhança com o uruguaio Washington Ortuño, jogador do Peñarol e da Seleção Uruguaia, campeão mundial em 1950.

Iniciou no Nacional e no Força e Luz, sendo vendido ao Vasco, onde foi bicampeão estadual.[2] No entanto, foi no Grêmio, na companhia de Foguinho e Carlos Froner que se tornou mais reconhecido, com uma série de campeonatos gaúchos.[3] Após, passou por outros dois times: Metropol e Cruzeiro-RS, além de uma breve passagem na seleção brasileira em 1960.[4][5]

Títulos

Vasco
  • Rio de Janeiro Campeonato Carioca: 1956 e 1958[6]
Grêmio
Seleção Brasileira
  • Campeonato Pan-Americano: 1956
  • Ídolos (em pt) Lancenet.com.br. Visitado em 9 de janeiro de 2011.
  • Que fim levou? Universo Online Terceirotempo.bol.uol.com.br.
  • Livro Do futebol e da vida (em italiano) p. 105. Books.google.it.
  • RSSSF Brasil Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation.
  • Seleção Brasileira: 1914-2006 p. 142. Books.google.com.br.
  • Estatísticas Mamvs.narod.ru.