Antônio Fioravante Crivellaro

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Antônio Crivellaro
Foto desconhecida

Antônio Fioravante Crivellaro


Informações pessoais
Nome completo Antônio Fioravante Crivellaro
Data de nasc.
Local de nasc. Desconhecido-RS, BRA
Nacionalidade Brasil
Falecido em 14 de janeiro de 2004
Local do falec. Porto Alegre-RS, BRA
Informações profissionais
Função Treinador de Volei
Diretor Deptº Volei
Funções
Jogador
Jogador
Treinador
Treinador
Árbitro
Árbitro
Equipes que treinou
Anos Clubes
1957 Brasil SAPC
1959 Brasil Grêmio
1966 Brasil GN Gaúcho
Como dirigente do Grêmio
Anos Cargo
1958 Diretor Deptº Volei

Antônio Fioravante Crivellaro, também conhecido como Antônio Crivellaro (Cidade de nascimento desconhecida-RS, BRA - Porto Alegre-RS, BRA, 14 de janeiro de 2004).

Em 1957, Antônio Crivellaro era presidente do Guarany do Menino Deus quando o clube alcançou seu auge no voleibol porto-alegrense, disputando a Divisão de Honra. Como treinador, tinha a experiência de comandar, na modalidade, o bem sucedido time da SAPC nos campeonatos praianos. Em janeiro de 1958, foi convidado para assumir a direção do Departamento de Voleibol do Grêmio. Com a saída do treinador Isaac Ziegelmann no começo do ano seguinte, assumiu a direção técnica da equipe masculina que conquistou o estadual de 1958 (disputado em março de 1959).

Com o fechamento do Departamento de Voleibol do Grêmio, participou da introdução do voleibol competitivo no Gaúcho em 1966. Como treinador da equipe, voltou a ser campeão gaúcho em 1967, quebrando uma sequencia de seis títulos do União.

Desde 1960, Crivellaro também presidiu o Liceu Musical Palestrina, fundado por seu pai, o famoso maestro Ângelo Crivellaro, em 1936. Em 2000, ele aposentou-se e deu por encerradas as atividades do Liceu. [1]

Banco de dados.png

Referências