Predefinição:História de Paulo Renato de Matos

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Icone Livro.png História

O jogador

Paulo Matos começou na base do Grêmio em 1976. Subiu aos profissionais em 1981 quando fez parte do elenco Campeão Brasileiro que era comandado pelo técnico Ênio Andrade. Durante aquele período o time gremista contava com nomes como Leão, Paulo Roberto, Newmar, De Léon, Casemiro, China, Paulo Isidoro, Vilson Tadei, Tarciso, Baltazar, Odair, Vantuir, Paulo César, Paulo Roberto, Batista, Tonho Gil, Bonamigo, Uchôa, Baidek, Héber, Odair e Renato Portaluppi.

Em 1982 deixou o Grêmio para acertar com o Esportivo. Na primeira passagem pelo clube de Bento Gonçalves ficou até junho de 1985. No mês seguinte fechou com o Bahia onde terminou o ano. Na temporada seguinte inicia jogando mais uma vez pelo Esportivo. Em julho de 1986 acerta ida para o Brasil de Pelotas até o fim do ano.

Paulo Matos inicia o ano no Esportivo, até em julho acertar com o Internacional e fazer parte do elenco vice-campeão da Copa União ao perder a final para o Flamengo do ex-colega Renato Portaluppi. Pelo rival colorado, foi Campeão do Torneio Cidade de Vigo na Espanha e do Torneio Internacional de Glasgow na Escócia ao vencer o Ajax de Johann Cruyff na semifinal e o Rangers na final.

Em 1988, Paulo Matos é Campeão Brasileiro da Segunda Divisão pela Inter de Limeira. O atacante vestiria a camisa de alguns clubes do interior do Brasil até encerrar a carreira de jogador em 1993, atuando pelo Novo Hamburgo.

Hoje Paulo Matos é gerente de futebol do Almirante Barroso, de Itajaí-SC.

1979
Em pé: Bonamigo, Baidek, Leandro José, Celso, Paulo Cesar e Alcir. Agachados: Limonada (massagista), Paulo Matos, Bugre, Vergara, Flávio e Odair.
Foto:www.facebook.com/acervohistoricodogremio

Agradecimento

A Grêmiopédia agradece imensamente ao próprio jogador, pelas preciosas informações e imagens fornecidas, que permitiram recuperar dados importantes sobre o próprio.