Luiz Guilherme Juan Biscardi

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Luiz Biscardi
Luiz Biscardi
Informações pessoais
Nome completo Luiz Guilherme Juan Biscardi
Data de nasc. 1903
Local de nasc. , Argentina
Nacionalidade Argentina
Falecido em 04 de fevereiro de 1962 (59 anos)
Local da morte Porto Alegre (RS), Brasil
Informações profissionais
Posição Goleiro
Função Massagista / Médico / Dirigente / Técnico / Kinesiólogo
Números no Grêmio como Jogador
Jogos Gols Média
  • Não atuou no Grêmio como jogador.
Números no Grêmio como Treinador
Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
1 0               0               1 0%
  • A estatística pode estar incompleta.
Clubes de juventude
1919-1920 Argentina Lanús
Clubes profissionais
Anos Clubes
1920-1921
1921-1922
1923-1925
1926-1929
1930-????
1937-????
Argentina Lanús
Argentina Sportivo Buedo
Argentina For Ever
Uruguai Peñarol
Argentina Racing
Brasil Guarany de Bagé
Times/Equipes que treinou
Anos Clubes
1937-1948
1949-1961
1956
????-????
Brasil Guarany de Bagé (Treinador)
Brasil Grêmio (Massagista)
Brasil Seleção Brasileira (Massagista)
Rio Grande do Sul Seleção Gaúcha (Massagista)

Luiz Guilherme Juan Biscardi (Argentina - Brasil), mais conhecido como Luiz Biscardi, foi massagista do Grêmio de 1949 até 1961.

O argentino Biscardi chegou ao Grêmio em 1949 vindo do Guarany de Bagé, onde havia desempenhado diversas funções. No Grêmio atuou como massagista e teve grande exito, tendo representado também a Seleção Gaúcha e Seleção Brasileira de Futebol. Atuou como técnico interino no tricolor em uma única oportunidade em 1951.

História

Luiz Biscardi, nascido na argentina, iniciou sua trajetória no futebol muito cedo, aos 16 anos como goleiro do Lanús. Defendeu outros clubes da Argentina como Sportivo Buedo, For Ever, Racing, Palermo e Exito Argentino. Entre 1926 e 1929 defendeu o Peñarol do Uruguai, onde encontrou o auge da sua carreira de arqueiro.

No ano de 1937 se dirigiu ao Brasil, mais precisamente para a cidade de Bagé para ser goleiro do Guarany. O clube da fronteira gaúcha naquela época passava por grandes dificuldades, e o experiente goleiro platino acabou por desempenhar diversas funções, incluindo a de diretor técnico, sendo treinador e atleta ao mesmo tempo. Permaneceu no clube da fronteira até 1948.

Em 1949 se transferiu para Porto Alegre onde ingressou no Grêmio para trabalhar junto ao renomado treinador Otto Bumbel. Permaneceu por muitos anos no Tricolor, onde seus grandes préstimos fizeram com que fosse convidado a representar tanto a Seleção Gaúcha quanto a Seleção Brasileira de Futebol.

Vale ressaltar que Biscardi ainda foi campeão Sul-Americano de boxe peso pena em 1926, na cidade de Santiago, no Chile, represntando a Argentina na competição. Em 1945 foi treinador de João Carlos Correia em Bagé, João se tornou vice-campeão brasileiro.