Luís Carlos Vaz da Silva

De Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio
Ir para: navegação, pesquisa

Luís Carlos Goiano
Luís Carlos Goiano
Informações pessoais
Nome completo Luís Carlos Vaz da Silva
Data de nasc. 31 de agosto de 1968 (51 anos)
Local de nasc. Santa Bárbara de Goiás, Goiás, Brasil Brasil
Nacionalidade Brasil Brasil
Altura 1, 78 m
Destro
Apelido Goiano
Informações profissionais
Período em atividade Como jogador: 19862003 (17 anos)
Como técnico: 20092010 (1 ano)
Como diretor executivo: 2013presente
Equipe atual Brasil Grêmio Novorizontino
Posição ex-Volante
Função Diretor executivo
ex-Técnico
Números no Grêmio como Jogador
Jogos Gols Média
287 29 0.1
  • A estatística pode estar incompleta.
Números no Grêmio como Treinador
Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
  • Não atuou no Grêmio como treinador.
Clubes profissionais
Anos Clubes
1986
19871994
1990
1992
1992
1993
1994
19951999
2000
2001
2003
Brasil Atlético Goianiense
Brasil Novorizontino
Brasil São José (emp.)
Brasil Ponte Preta (emp.)
Brasil Sport (emp.)
Brasil São Paulo (emp.)
Brasil Remo
Brasil Grêmio
Brasil Athletico Paranaense
Brasil Etti Jundiaí
Brasil América Mineiro
Times/Equipes que treinou
Anos Clubes
2009
2010
2013
Brasil Grêmio Prudente
Brasil Mirassol
Brasil Grêmio Novorizontino

Luís Carlos Vaz da Silva, mais conhecido como Luís Carlos Goiano, ou simplesmente Goiano (Santa Bárbara de Goiás, 31 de agosto de 1968), é um ex-futebolista[1] e técnico[2] brasileiro.

Carreira

Iniciou sua carreira no Novorizontino em 1990 onde foi vice-campeão do Campeonato Paulista.[1]

Foi do Novorizontino para o São Paulo de Telê Santana onde participou do elenco campeão mundial.[1] Atuou pelo Remo no Campeonato Brasileiro de 1994, e no final da temporada transferiu-se para o Grêmio, a pedido do então treinador Luiz Felipe Scolari, onde foi campeão em várias oportunidades.[1]

Dispensado ao final de 1999, acertou-se com o Athletico Paranaense para a disputa da Copa Libertadores em 2000. Foi campeão estadual no clube paranaense.

Jogou ainda pelo Etti Jundiaí (antiga denominação do atual Paulista de Jundiaí), clube pelo qual sagrou-se campeão paulista da Série A2 e campeão da Série C do Campeonato Brasileiro, e pelo América Mineiro, onde encerrou sua carreira.

Como técnico dirigiu em 2009, o Barueri desde a 32ª rodada do Brasileiro, em substituição a Diego Cerri que virou preparador físico. Foi contratado pelo Mirassol onde ficou duas rodadas e foi demitido.

Títulos e prêmios

Grêmio
São Paulo
  • Copa Libertadores da América: 1993
  • Mercosul Recopa Sul-Americana: 1993
  • Copa Libertadores da América Supercopa Sul-Americana: 1993
  • Mundial de Clubes: 1993
Athletico Paranaense
  • Campeonato Paranaense - 2000
Etti Jundiaí
  • Campeonato Paulista - Série A2 - 2001
  • Campeonato Brasileiro - Série C - 2001

Prêmios Individuais

  • Bola de Prata: 1996[3]

Banco de dadosEstatística do jogador Goiano

GRÊMIO Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Aproveitamento
Mandante
140
95
26
19
316
133
183
74%
Visitante
147
47
43
57
183
205
-22
41.7%
Total
287
142
69
76
499
338
161
57.5%

A estatística está em processo de contagem no Banco de Dados, e pode sofrer alterações. Quando estiver completa, esta mensagem será suprimida.

Banco de dadosJogos de Goiano pelo Grêmio

Estreia
Ortopé 0 x 2 Grêmio - 29/01/1995
Último Jogo
Grêmio 1 x 1 Internacional - 20/11/1999


Referências