Abrir menu principal

Grêmiopédia, a enciclopédia do Grêmio β

Copa Libertadores da América

Copa Libertadores da América
CONMEBOL Libertadores Bridgestone
Conmebol Libertadores Bridgestone.png
Logotipo atual
Dados gerais
Organização CONMEBOL
Edições 57
Outros nomes Libertadores
Sistema Grupos e Eliminatórias
Soccerball current event.png Edição atual
editar

A Copa Libertadores da América, também conhecida como Taça Libertadores da América ou apenas Libertadores, é a principal competição continental interclubes da América do Sul, organizada pela Confederação Sul-Americana de Futebol. Foi criada em 1960 e tem seu nome em homenagem aos lideres da independência dos países da América Latina. É competição classificatória para o Mundial de Clubes.

A competição possuiu diversos modelos e formas de classificação, sendo majoritariamente uma competição com fase de grupos inicial, onde todos os clubes de uma chave se enfrentam em uma fase classificatória, seguida de mata-matas até a final. Em alguns anos o campeão do ano anterior obtinha vantagens, como ingressar em fases posteriores na copa.

História breve

No ano de 1958, iniciou na América do Sul projeto de criação de uma competição visando reunir os campeões dos campeonatos nacionais sul-americanos na disputa do título de melhor clube da América. Encabeçado pelo então presidente da CONMEBOL, José Ramos de Freitas, iniciou-se as tratativas para a criação da competição continental.

Em outubro de 1958, com o apoio das federações da Argentina, do Chile, do Uruguai, do Paraguai e do Peru, o presidente da Confederação Brasileira de Desportos, na época João Havelange, anunciou em Paris a criação da Copa dos Campeões da América, que posteriormente se chamaria Copa Libertadores da América, no projeto estava inclusive a participação de clubes da América do Norte. Em 5 de março de 1959, durante o 30º Congresso Ordinário da CONMEBOL, foi dado o aval pelos dirigentes sul-americanos para a criação da competição.

Criada em 1960, a Copa Libertadores é a maior competição da América, estando no mesmo nível de importância da Liga dos Campeões da Europa e apenas abaixo do Mundial de Clubes.

O Grêmio participou da competição continental pela primeira vez no ano de 1982, sendo eliminado na fase de grupos, que na época apenas permitia um classificado. Na oportunidade o Peñarol, futuro campeão, eliminou o Grêmio. Em 1983 o Grêmio jogaria sua segunda edição do torneio, vencendo o mesmo Peñarol na final da competição. Em 1995 o Imortal conquistaria o segundo título da Copa, vencendo o Atlético Nacional da Colômbia.

Atualmente o Grêmio é o terceiro maior campeão da competição entre os clubes brasileiros, sendo o décimo maior campeão da Libertadores no continente americano. É o clube brasileiro com mais participações na Copa, 19, ao lado de São Paulo e Palmeiras. Em 2019 o Grêmio está na sua 19ª participação no certame.

Edições

Ano Final Semifinalistas
Campeão Placar Vice
1960-1981 Não participou
Competição não contou com a participação do Grêmio
1982
Detalhes
 
Peñarol
0 – 0
1 – 0
 
Cobreloa
 
Flamengo
 
Olimpia
1983
Detalhes
 
Grêmio
1 – 1
2 – 1
 
Peñarol
 
Estudiantes
 
Nacional
1984
Detalhes
 
Independiente
1 – 0
0 – 0
 
Grêmio
 
Nacional
 
Flamengo
1985-1989 Não participou
Competição não contou com a participação do Grêmio
1990
Detalhes
 
Olimpia
2 – 0
1 – 1
 
Barcelona
 
Atlético Nacional
 
River Plate
1991-1994 Não participou
Competição não contou com a participação do Grêmio
1995
Detalhes
 
Grêmio
3 – 1
1 – 1
 
Atlético Nacional
 
Emelec
 
River Plate
1996
Detalhes
 
River Plate
0 – 1
2 – 0
 
América de Cali
 
Universidad de Chile
 
Grêmio
1997
Detalhes
 
Cruzeiro
0 – 0
1 – 0
 
Sporting Cristal
 
Colo-Colo
 
Racing
1998
Detalhes
 
Vasco da Gama
2 – 0
2 – 1
 
Barcelona
 
River Plate
 
Cerro Porteño
1999-2001 Não participou
Competição não contou com a participação do Grêmio
2002
Detalhes
 
Olimpia
0 – 1
2 – 1
(4 – 2 pên.)
 
São Caetano
 
Grêmio
 
América
2003
Detalhes
 
Boca Juniors
2 – 0
3 – 1
 
Santos
 
América de Cali
 
Independiente Medellín
2004-2006 Não participou
Competição não contou com a participação do Grêmio
2007
Detalhes
 
Boca Juniors
3 – 0
2 – 0
 
Grêmio
 
Cúcuta Deportivo
 
Santos
2008 Não participou
Competição não contou com a participação do Grêmio
2009
Detalhes
 
Estudiantes
0 – 0
2 – 1
 
Cruzeiro
 
Nacional
 
Grêmio
2010 Não participou
Competição não contou com a participação do Grêmio
2011
Detalhes
 
Santos
0 – 0
2 – 1
 
Peñarol
 
Cerro Porteño
 
Vélez Sársfield
2012 Não participou
Competição não contou com a participação do Grêmio
2013
Detalhes
 
Atlético Mineiro
0 – 2
2 – 0
(4 – 3 pên.)
 
Olimpia
 
Newell's Old Boys
 
Santa Fe
2014
Detalhes
 
San Lorenzo
1 – 1
1 – 0
 
Nacional-PAR
 
Bolívar
 
Defensor Sporting
2015 Não participou
Competição não contou com a participação do Grêmio
2016
Detalhes
 
Atlético Nacional
1 – 1
1 – 0
 
Independiente del Valle
 
Boca Juniors
 
São Paulo
2017
Detalhes
 
Grêmio
1 – 0
2 – 1
 
Lanús
 
River Plate
 
Barcelona
2018
Detalhes
 
River Plate
2 – 2
3 – 1
 
Boca Juniors
 
Grêmio
 
Palmeiras

Referências